Uma Abordagem Integrada Da Endometriose – Um erro de eliminação do tecido endometrial? Como poderia o tecido endometrial estar na cavidade do útero? Endometriose é o termo usado para designar a presença de tecido endometrial ectópico, ou seja, presença e crescimento de glândulas e estroma fora da cavidade uterina. É uma doença ginecológica comum, crônica, benigna, porém agressiva.
A endometriose é uma das doenças mais complexas e misteriosas para a mulher, e em consequência para seus familiares. Considerada como a doença das teorias, é causada pela presença de tecido semelhante ao endométrio, não neoplásico, fora da cavidade uterina, mantendo sua estrutura histológica e função conservada. Sua importância está no fato de incidir sobre 5% a 15% das mulheres em idade fértil e de 20% a 40% das mulheres com dificuldade para engravidar.
Em uma primeira análise, tem-se como uma moléstia insidiosa, progressiva, podendo ser “destruidora” em suas consequências. Dados ainda revelam que de 30% a 50% das mulheres com endometriose, são inférteis. Estima-se que o número de mulheres com a doença seja de sete milhões nos EUA e de mais de 70 milhões no mundo.
Em países industrializados, já é considerada como uma das principais causas de hospitalização ginecológica, sendo uma das doenças mais estudadas em ginecologia. Esta afecção é considerada um importante problema de saúde pública.
Este livro foi escrito com o intuito de unir informações dos estudos nas áreas de Fisiologia, Genética, Epidemiologia juntamente com dados recentes dos possíveis tratamentos. É uma abordagem que, no decorrer dos capítulos, através das diversas bibliografias utilizadas, foi possível explanar sobre os primeiros indícios dos casos de endometriose, o surgimento das diferentes teorias, sintomas, tratamentos clínicos e cirúrgicos, a relação dos hormônios e endometriose, a identificação de fatores de risco e fatores de proteção para o desenvolvimento, além de uma melhor caracterização da população acometida e a relação dos genes candidatos para a endometriose.

Camisa Drummond

Deixe uma resposta