Cuidado Entre Ativistas: Tecendo Redes Para A Resistência Feminista – A publicação da CFEMEA trata da necessidade do auto-cuidado e cuidado entre feministas. Há uma necessidade do cuidado em um ambiente patriarcal, racista e capitalista que desconhece o valor da reciprocidade. As redes de apoio se manifestam como estratégia para combater os processos de marginalização, privação e invisibilização de opressões sistemáticas.
Cuidado Entre Ativistas é a primeira publicação do novo Ciclo do CFEMEA, inaugurado em 2015 e orientado à sustentabilidade do ativismo feminista e das mulheres. Essa orientação está sendo seguida em duas linhas de ação: o desenvolvimento da dimensão política do autocuidado e do cuidado entre ativistas e militantes; e a formação política feminista.
Com Cuidado Entre Ativistas queremos compartilhar o que acumulamos até agora: referências, reflexões e trocas relacionadas ao cuidado entre ativistas e militantes. Partimos de uma das ideias basilares do feminismo: o pessoal é político, para aprofundar esse debate e experimentar outras possibilidades de radicalizar o nosso fazer político contracultural e contra-hegemônico, organizar e mobilizar as lutas.
Estamos em pleno processo de construção e já fizemos algumas sínteses. Para tanto, bebemos de muitas fontes da práxis feminista e outras iniciativas do campo compromissado com a transformação social.
Buscamos resgatar elementos dos grupos de autorreflexão que inauguraram a onda feminista dos anos 60, apesar do registro a esse respeito ainda ser bem escasso. Seguimos na trilha aberta por Jane Barry e Jelena Djordjevic, autoras de uma pesquisa pioneira com ativistas feministas em cinco continentes do mundo, sobre ativismo e autocuidado, publicada no Brasil em 2007, sob o título “Que sentido tem a revolução se não podemos dançar?”.
Desde 2008, vimos construindo e estamos consolidando a Universidade Livre Feminista – uma proposta coletiva que tem na práxis educativa feminista a sua base metodológica. Neste caminho, temos realizado diálogos, estudos e incentivado o compartilhamento de práticas e reflexões, sempre buscando promover o autoconhecimento, assim como o encontro, o cuidado e o acolhimento entre as participantes. Mais recentemente, em 2014, as trocas que fizemos facilitando os Diálogos sobre Ativismo e Autocuidado, na Universidade Livre Feminista, nutriram de novas razões e emoções as nossas certezas sobre a necessidade e a importância de seguir nessa trilha.

Camisa Abraço De Livro

Deixe uma resposta