Umberto Eco – Baudolino

Posted on Posted in Literatura Estrangeira

Baudolino – Depois de O nome da Rosa, Umberto Eco – o mais importante intelectual italiano deste século – retorna à Idade Média, dessa vez para homenagear sua cidade natal, a piemontesa Alessandria. Enquanto O nome da Rosa, seu livro mais famoso, recria o clima soturno da Inquisição, Baudolino gravita em torno dos prazeres da corte de Federico Hohenstaufen, conhecido como Barbarossa, à época da Terceira Cruzada.
A história engloba justamente o período entre 1152 e 1204, começando com a ascensão de Barbarossa ao trono e terminando com a conquista de Constantinopla pela temida ordem dos cavaleiros templários. A trama é protagonizada por Baudolino – adolescente, criativo e mentiroso que dá título à obra – e Niceta Coniate, personagem inspirado em um historiador e orador que viveu na corte de Constantinopla.
A narrativa retrocede, enquanto Baudolino conta a Niceta suas aventuras e desventuras, numa mistura de fantasia e realidade, História e faz-de-conta. Tudo isso temperado por inúmeras situações cômicas. No intervalo, Eco embaralha os seus personagens inventados e produz o mais recorrente efeito de seu texto: interferir em acontecimentos históricos conhecidos por meio de atos ou circunstâncias vividas pelos personagens fictícios.
Numa pequena aldeia do baixo Piemonte, onde mais tarde se fundará Alessandria, Baudolino, camponês fantasioso, cai nas graças de Federico Barbarossa e se torna seu filho adotivo. Mentiroso compulsivo, Baudolino tem a sorte que só os sonhadores possuem: tudo o que inventa e cria miraculosamente produz História. Assim, ele constrói uma carta fictícia de um padre que fala sobre um reino no Oriente, governado por um cristão. A missiva impressiona até mesmo o aventureiro Marco Polo e instiga Barbarossa. Impelido por essa invenção, Federico parte em busca desse sonho.
Entre monstros que habitam o inconsciente medieval – como quimeras, unicórnios e dragões -, a história sofre reviravoltas inesperadas, a cada vez que Baudolino conta um pedaço de sua vida. Baudolino é uma aventura picaresca, um romance histórico no qual emergem os problemas da Itália contemporânea. Com sua narrativa fantástica, teatro de invenções linguísticas, Umberto Eco celebra a força do mito e da utopia.

Camisa “E Viva A Diferença!”

Deixe uma resposta