Umberto Eco & Jean Claude-Carrière – Não Contem Com O Fim Do Livro

Posted on Leave a commentPosted in Literatura

Não Contem Com O Fim Do Livro – “O livro é como a colher, o martelo, a roda ou a tesoura. Uma vez inventados, não podem ser aprimorados”. Assim falou Umberto Eco em Não Contem Com O Fim Do Livro, resultado de encontros realizados com o dramaturgo e roteirista Jean-Claude Carrière.
O fim dos livros está próximo? De um lado Umberto Eco, pensador respeitadíssimo, que entre nós dispensa apresentações. Do outro, Jean-Claude Carrière, cineasta e ensaísta. Entre ambos, um diálogo extraordinariamente inteligente e iluminado sobre o livro e o seu papel ao longo da História, incluindo-se nele a chegada dos e-books e a influência da consolidação da Internet. (mais…)

Umberto Eco – Baudolino

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Estrangeira

Baudolino – Depois de O nome da Rosa, Umberto Eco – o mais importante intelectual italiano deste século – retorna à Idade Média, dessa vez para homenagear sua cidade natal, a piemontesa Alessandria. Enquanto O nome da Rosa, seu livro mais famoso, recria o clima soturno da Inquisição, Baudolino gravita em torno dos prazeres da corte de Federico Hohenstaufen, conhecido como Barbarossa, à época da Terceira Cruzada. (mais…)

Umberto Eco – O Cemitério De Praga

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Estrangeira

O Cemitério De Praga – Um dos mais importantes intelectuais italianos, imbatível nos estudos de semiótica, Umberto Eco é, também, um romancista de talento incomparável. Mestre em criar tramas engenhosas, capazes de mesclar vários níveis de linguagem, personagens e ações, se tornou conhecido mundo afora com o sucesso de público e crítica O nome da rosa.
Três décadas depois desse estupendo thriller, Eco retorna com um dos mais antecipados — e controversos — livros dos últimos anos. (mais…)

Umberto Eco – A Ilha Do Dia Anterior

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Estrangeira

A Ilha do Dia Anterior conta a história do jovem piemontês Roberto Pozzo de San Patrizio, que, durante uma missão secreta a serviço do cardeal Mazarino, tem seu navio Amarilli naufragado por uma forte tempestade nos mares do sul. Após dias sobre uma tábua salvadora, Roberto defronta-se com um navio deserto, o Daphne, abarrotado de objetos antigos, metais, obras de arte, e dá início a uma jornada de volta à época barroca, uma aventura solitária, encenada na memória do rapaz. (mais…)

Darcilia Simões (Org.) – Semiótica, Linguística E Tecnologias

Posted on Leave a commentPosted in Linguística

O livro organizado por Darcilia Simões traz ricas contribuições da teoria semiótica, que são importantes para diferentes tipos de público (semioticistas, professores, pesquisadores). Centrados no tripé semiose, linguagem e tecnologia, autores do Brasil, Itália e Portugal apresentam, respectivamente, reflexões teóricas sobre a semiótica, homenagens a Umberto Eco, questões sobre o ensino de português e reflexões sobre códigos, linguagens e tecnologias. A primeira parte do livro discute a semiótica da cooperação intercultural, os fundamentos da semiótica cognitiva e questões de leitura e escrita na era dos tabletes. Na segunda, foi feita uma homenagem à obra semiótica de Umberto Eco, por meio de reflexões sobre autobiografia e interpretações. O ensino de língua portuguesa é o foco da terceira parte deste livro, em que se discutem a formação de professores, o português como língua não-materna (L2), polifonia, intertextualidade e questões estilísticas. Enfim, a última parte do livro estreita as relações entre códigos, linguagens e tecnologias, refletindo sobre materiais didáticos na web, a língua e a linguagem em rede, educação a distância e a linguagem de sinais (libras).

Umberto Eco – Cinco Escritos Morais

Posted on Leave a commentPosted in Filosofia

Os escritos reunidos neste livro têm duas características em comum. São ocasionais, nascidos como conferências ou intervenções de atualidades. Apesar das variedades dos temas, são de caráter ético, referindo-se àquilo que seria justo fazer, àquilo que não se deveria fazer ou àquilo que não se pode fazer em hipótese nenhuma. Textos; ‘Pensar a Guerra’; ‘O fascismo eterno’; ‘Sobre a imprensa’; ‘Quando o outro entre em cena’; ‘As migraçães, a tolerância e o intolerável’.