Graça Aranha (Org.) – Correspondência Entre Machado De Assis E Joaquim Nabuco

Posted on Leave a commentPosted in História, Literatura Brasileira

Joaquim Nabuco tinha quinze anos, quando pela primeira vez escreveu a Machado de Assis. A sua adolescência raiava como a aurora de uma grande vida. Este menino de colégio, que publicava versos assinalados pelos críticos, pertencia ao patriciado brasileiro em uma época em que a nossa comunhão social tinha a feição aristocrática de um país […]

Joaquim Nabuco – O Abolicionismo

Posted on Leave a commentPosted in Ciências Sociais, História

Escrito e editado na Inglaterra em 1883, O Abolicionismo é a mais requintada peça retórica da propaganda antiescravagista brasileira. Visava, em um momento em que Nabuco estava afastado do Legislativo e do país, a persuadir seus contemporâneos acerca da importância política, estratégica e humanista do Brasil em abolir a escravidão. Para além de simples peça […]

Joaquim Nabuco – Camões E Os Lusiadas

Posted on Leave a commentPosted in Poesia

Completam-se em 1872 os três séculos passados sobre a fronte da pyramide do espirito humano e da gloria portugueza chamada — Os Lusíadas. Qualquer, porém, que seja o tempo decorrido, a obra cada dia parece mais nova, e os louros do poeta são mais verdes; á admiração das gerações passadas junta-se a das gerações nascentes, […]

Joaquim Nabuco – Minha Formação

Posted on Leave a commentPosted in Ciências Sociais, História

Um clássico da memorialística brasileira, Minha formação foi publicado em livro em 1900. É um testemunho franco das ideias que moldaram o pensamento de Joaquim Nabuco e orientaram sua atuação na vida brasileira, em suas dimensões políticas, culturais e mesmo existenciais. Minha formação deu a Nabuco um lugar privilegiado no cânone cultural brasileiro e se […]