Elisabeth Roudinesco – Lacan: Esboço De Uma Vida E História De Um Sistema De Pensamento

Lacan: Esboço De Uma Vida E História De Um Sistema De Pensamento – Retrato fascinante da vida e do pensamento de Jacques Lacan, o mestre que retomou o pensamento de Freud e mudou a cultura psicanalítica.
Autora da monumental História da psicanálise na França, Elisabeth Roudinesco delineia aqui um fascinante retrato da vida e do pensamento de Jacques Lacan, um mestre cujas contradições e ambigüidades, tanto em sua prática psicanalítica quanto em seu ensino teórico, evocaram ou a adesão beata ou a execração sumária. Continuar lendo

Jacques Lacan – Os Não-Tolos Erram / Os Nomes Do Pai

Lacan não é la canne e sim lacune. Mesmo que o establishment o queria já-claquean-tecipamos que essa tradução não lhe fará qualquer concessão e as spaltungen, que são inúmeras, serão mantidas tal qual foram forjadas por uma fala que sempre se quis falha. Nossa intenção, portanto, não foi docilizar ou domesticar esse difícil seminário proferido já no fim de 1973 e que segue até meados de 1974. Ambíguo e pluridimensional, desde o título que faz conjunção-disjuntiva entre Les non-dupes errent e Les noms du père, tentamos traduzi-lo (traduttore, traditore) o mais próximo possível da letra que, cá entre nós, já não é mais, por essa época, tão freudiana assim. Continuar lendo

Antonio Teixeira & Heloisa Caldas (Orgs.) – Psicopatologia Lacaniana Vol. I

Este primeiro volume de Psicopatologia Lacaniana, dedicado ao tema da semiologia, nasceu de uma constatação empírica.
À exceção do livro fundador de Psicopatologia Geral de K. Jaspers, que se estrutura explicitamente a partir do paradigma fenomenológico compreensivo, a literatura clínica dedicada ao tema da Psicopatologia disponível em língua portuguesa assume uma perspectiva predominantemente descritivista na abordagem dos fenômenos mentais. Continuar lendo

Jacques Lacan – Escritos

A publicação dos Escritos de Lacan no Brasil constitui um marco para a bibliografia psicanalítica em língua portuguesa.
Contendo a íntegra dos textos escritos por Lacan entre 1936 e 1966, inclui “O seminário sobre ‘A carta roubada'”, “O estádio do espelho”, “Função e campo da fala e da linguagem” Continuar lendo