George Orwell – Na Pior Em Paris E Londres

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Estrangeira

Na Pior Em Paris E Londres – No final do anos 20, decidido a tornar-se escritor, o jovem Eric Arthur Blair resolveu viver uma experiência pioneira e radical: submeter-se à pobreza extrema – e depois narrá-la. Em 1928, instalou-se em Paris com algumas economias e começou a dar aulas de inglês – mas em pouco tempo perdeu os alunos e foi roubado. Sem dinheiro, passou fome, penhorou as próprias roupas, trabalhou em restaurantes sórdidos e por fim partiu para a Inglaterra.
Enquanto esperava por um emprego incerto, radicalizou ainda mais sua experiência convivendo intensamente com os mendigos de Londres, perambulando de albergue em albergue, atrás de dormida, comida e tabaco. (mais…)

George Orwell – Lutando Na Espanha

Posted on Leave a commentPosted in Ciências Sociais, Literatura Estrangeira

Lutando Na Espanha: Homenagem À Catalunha – A vida e a obra de George Orwell estão indissoluvelmente ligadas à história da Guerra Civil Espanhola. Tendo participado das lutas travadas em Barcelona e lutado no front em 1937, Orwell publicou, dentre outros, seu famoso relato Homage to Catalonia (Homenagem à Catalunha), que no Brasil vem sendo editado com o título Lutando Na Espanha. (mais…)

George Orwell – A Flor Da Inglaterra

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Estrangeira

A Flor Da Inglaterra – Terceiro romance de George Orwell, publicado em 1936, A Flor Da Inglaterra é uma fábula realista sobre a sociedade de classes inglesa e seu submundo literário, pintada em cores fortes pelo célebre espírito crítico e satírico do autor.
Ainda que menos conhecido do que A revolução dos bichos (de 1945) e 1984 (de 1949), este livro mantém a escrita vívida e irônica de George Orwell. (mais…)

George Orwell – 1984

Posted on Leave a commentPosted in Filmes, Literatura Estrangeira

“Era um dia frio e luminoso de abril, e os relógios davam 13 horas.” Assim começa um dos romances mais citados do século 20. A frase omite o ano da ação, mas isso seria redundante, pois ele dá nome à obra: 1984. Só a menção ao título desencadeia uma avalanche de associações mentais: comunismo, polícia política, nazifascimo, tortura… (mais…)

George Orwell – A Revolução Dos Bichos

Posted on Leave a commentPosted in Filmes, Literatura Estrangeira

Verdadeiro clássico moderno, concebido por um dos mais influentes escritores do século 20, “A Revolução dos Bichos” é uma fábula sobre o poder. Narra a insurreição dos animais de uma granja contra seus donos. Progressivamente, porém, a revolução degenera numa tirania ainda mais opressiva que a dos humanos Escrita em plena Segunda Guerra Mundial e publicada em 1945 depois de ter sido rejeitada por várias editoras, essa pequena narrativa causou desconforto ao satirizar ferozmente a ditadura stalinista numa época em que os soviéticos ainda eram aliados do Ocidente na luta contra o eixo nazifascista. De fato, são claras as referências: o despótico Napoleão seria Stálin, o banido Bola-de-Neve seria Trotsky, e os eventos políticos – expurgos, instituição de um estado policial, deturpação tendenciosa da História – mimetizam os que estavam em curso na União Soviética. Com o acirramento da Guerra Fria, as mesmas razões que causaram constrangimento na época de sua publicação levaram A revolução dos bichos a ser amplamente usada pelo Ocidente nas décadas seguintes como arma ideológica contra o comunismo. O próprio Orwell, adepto do socialismo e inimigo de qualquer forma de manipulação política, sentiu-se incomodado com a utilização de sua fábula como panfleto.