Ricardo Timm De Souza & Outros (Orgs.) – Walter Benjamin E Sigmund Freud

Posted on Leave a commentPosted in Filosofia, Psicologia

Walter Benjamin E Sigmund Freud: Encontros Contemporâneos – Em um mundo e em um tempo em que a famosa expressão de Walter Benjamin “a história dos oprimidos nos mostra que…o estado de exceção em que vivemos é na verdade a regra geral” se revela cada vez mais evidente, eloquente e indubitável, é hora de trazer com grande urgência à agenda acadêmica – não apenas da Filosofia – novas abordagens do pensamento benjaminiano, que levem em conta, inclusive, o nível de maturidade que a recepção do pensador berlinense já adquiriu no Brasil. (mais…)

Erik Porge – Freud/Fliess: Mito E Quimera Da Auto-Análise

Posted on Leave a commentPosted in Psicologia

Freud/Fliess: Mito E Quimera Da Auto-Análise – Quando nos debruçamos sobre a origem da psicanálise, inevitavelmente nos deparamos com Freud e Fliess, cuja relação é conhecida sobretudo através de sua correspondência. Este livro busca mostrar que essas cartas foram exploradas no intuito de criar e sustentar aquilo a que se chamou a “auto-análise de Freud”, que representaria uma versão mítica das origens da psicanálise.
A consideração da íntegra da correspondência conhecida em alemão, a descoberta de dados biográficos de Fliess e a leitura de sua obra – da qual três artigos encontram-se nos apêndices desse volume – levaram a Erik Porge a situar de outra maneira, e não pelo ângulo da auto-análise, o esclarecimento da amizade entre Freud e Fliess. Essa amizade foi, em especial, o que permitiu a Freud ancorar seu desejo de analistas no solo da ciência. (mais…)

Joel Levy – Só Freud Explica

Posted on Leave a commentPosted in Psicologia

Só Freud Explica – Déja vu. Inconsciente coletivo. Ato falho. Síndrome de Estocolmo. Efeito placebo. Você certamente já ouviu algum desses assuntos durante uma conversa informal, seja numa mesa de bar ou num bate-papo no escritório. Mas você sabe exatamente o que cada um deles quer dizer?
Ao ler Só Freud Explica, você ficará por dentro de todos os conceitos e experimentos mais importantes – e às vezes polêmicos – da psicologia e acabará entrando de maneira simples e divertida no universo dos grandes mestres da área, como Freud, Jung, Pavlov, Skinner e muitos outros. (mais…)

Elisabeth Roudinesco – Freud: Mas Por Que Tanto Ódio?

Posted on Leave a commentPosted in Psicologia

Em 2010, o filósofo francês Michel Onfray lançou na França o polêmico Le crépuscule d’une idole. Nas páginas, Freud é tratado como impostor, homofóbico, incestuoso e fascista. Pouco tempo depois a psicanalista Elisabeth Roudinesco lançou sua resposta, apontando erros de apuração, fatos forjados e acusações maliciosas como a de que o mestre da psicanálise teria mantido um caso com a cunhada por quarenta anos.
A autora ainda mostra como as acusações apresentadas contra Freud não são novas, são boatos antigos criados por quem buscava apenas atrair as atenções da mídia. (mais…)

Sigmund Freud – Neurose, Psicose, Perversão

Posted on Leave a commentPosted in Psicologia

Neurose, Psicose, Perversão reúne em um único volume textos espalhados ao longo de mais de trinta anos de pesquisa clínica, que lançaram os fundamentos das estruturas clínicas freudianas: neurose, psicose, perversão.
Os principais eixos da psicopatologia psicanalítica foram estabelecidos em um arco que se inicia no contexto da correspondência com Fließ, no fim do século XIX, até os célebres artigos sobre o masoquismo e o fetichismo, redigidos no entre guerras. (mais…)

Sigmund Freud – Arte, Literatura E Os Artistas

Posted on Leave a commentPosted in Artes, Ciências Sociais, Literatura, Psicologia

O que a Psicanálise tem a dizer sobre a arte, a literatura e os artistas?
Ou, por outro lado: em que medida o que aprendemos com a arte, com a literatura e com os artistas pode nos abrir caminhos na clínica psicanalítica?
Que aproximações podemos fazer entre o trabalho do artista e o do psicanalista? Em que eles se distanciam?
Tem a arte o poder de atenuar o sofrimento psíquico? Possui o artista uma melhor disposição para sublimar? (mais…)

Sérgio Nazar David – Freud & A Religião

Posted on Leave a commentPosted in Psicologia, Religião

A relação do homem com a religião e a natureza do sentimento religioso foram temas que intrigaram o pai da psicanálise. Freud & A Religião guia o leitor na descoberta do peso do ateísmo na criação da psicanálise.
Numa carta ao pastor Oskar Pfister, de 25 de novembro de 1928, Freud escreveu que queria proteger a psicanálise dos médicos e dos sacerdotes.
Queria entregá-la a uma categoria de homens que ainda não existia, uma categoria de curas seculares da alma, que não necessitavam ser médicos e não podiam ser sacerdotes. Freud quis deixar claro que a psicanálise não deveria ser confundida com a medicina nem com a religião. (mais…)

Sigmund Freud – Fundamentos Da Clínica Psicanalítica

Posted on Leave a commentPosted in Psicologia

Quais os fundamentos da clínica psicanalítica? O que separa a Psicanálise de outras práticas de cuidado, como o tratamento medicinal, as diversas psicoterapias ou as curas religiosas?
A resposta mais direta a essas questões não se esgota em aspectos teóricos; ao contrário, remete-nos ao domínio da prática analítica, relativo ao método e à técnica, assim como à dimensão ética que dali se depreende.
Os textos aqui reunidos constituem o essencial dos escritos freudianos sobre o método e a técnica, em sua constituição, em sua história e em seus desdobramentos. (mais…)

Sigmund Freud – A Negação

Posted on Leave a commentPosted in Psicologia

“Escrevi alguns ensaios breves, mas não coisa muito séria. Talvez lhe fale deles mais tarde, se me decidir a reconhecê-los. Você pode ter acesso a seus títulos: A negação, Inibição e sintoma e Algumas consequências da diferença sexual anatômica” – diz Freud a Abraham, numa carta de 21 de julho de 1925. (mais…)