Leon Tolstoi – Cristianismo E Anarquismo

Posted on Leave a commentPosted in Ciências Sociais, Religião

Cristianismo E Anarquismo – Com os presentes ensaios de Leon Tolstoiy, trazemos de volta uma velha, árdua e constante polêmica em nosso meio: Pode haver compatibilidade entre cristianismo e anarquismo? Ou será que não existe a menor base nem mesmo para estabelecer uma ponte de comunicação?
Há informações suficientes para asseverar que esta comunicação, de fato, se tem dado; e este pequeno trabalho, na realidade, é uma mostra inequívoca do que afirmamos. (mais…)

David Graeber – Um Projeto De Democracia

Posted on Leave a commentPosted in Ciências Sociais

Um Projeto De Democracia conta a história da resistência do espírito democrático e da adaptabilidade do conceito de democracia, e faz uma defesa apaixonada da ideia de que a democracia radical é, mais do que nunca, nossa melhor esperança.
Em setembro de 2012, com o movimento Occupy Wall Street, que abalou o centro financeiro de Nova York, surgiram centenas de fóruns políticos, nos quais os norte-americanos comuns podiam falar sobre suas preocupações e seus problemas reais, sem necessariamente se basear no discurso dos comentaristas políticos. (mais…)

José Antonio Emmanuel – A Anarquia Explicada Para Crianças

Posted on Leave a commentPosted in Educação, Literatura Infantojuvenil

A Anarquia Explicada Para Crianças foi escrito para contestar a pergunta que vários camaradas nos fazem: Como educarei meus filhos? Pergunta que já esperávamos e a que respondemos atendendo aos ditos da razão e da ciência.
Dedicado aos filhos do proletariado espanhol, esperamos que, estas páginas – modestamente escritas – orientarão a educação de nossa infância num sentido verdadeiramente renovador. (mais…)

Andrew Flood – O Anarquismo E O Movimento Ambiental

Posted on Leave a commentPosted in Ciências Sociais, Ecologia

O Anarquismo E O Movimento Ambiental – O problema principal com qualquer debate sobre o “movimento verde” é que ele não existe como um só corpo de ideias. No lugar disso tanto indivíduos como organizações sustentam um ranking de posições do anarquismo através do espectro político até as ideias influenciadas pelo fascismo. Qualquer termo, ambientalismo, ecologismo, etc. são definições muito vagas de um amplo corpo de ideias e práticas, provavelmente incluindo os mais amplos e mais vagos que o socialismo. (mais…)

A. Santos – Cinema, Educação E Anarquia

Posted on Leave a commentPosted in Ciências Sociais, Cinema, Educação

Cinema, Educação E Anarquia propõe expor o desenvolvimento do Cinéma du peuple, uma cooperativa cinematográfica anarquista iniciada em Paris no ano de 1913. Para isto, faz-se necessário compreender as causas que possibilitaram a criação desta, uma vez que ela cumpria a dupla tarefa de ser uma ferramenta na instrução entre operários e crianças, assim como era uma resposta direta à produção cinematográfica até então desenvolvida. Desta forma, Cinema, Educação E Anarquia abrange os conceitos de memória e constrói uma perspectiva de História social do cinema. (mais…)

Wayne Price – Firmeza Nos Princípios, Flexibilidade Nas Táticas

Posted on Leave a commentPosted in Ciências Sociais

Firmeza Nos Princípios, Flexibilidade Nas Táticas – O que deveriam fazer os anarquistas quando algum governo eleito é derrubado por um golpe de direita? Eu acho que, por exemplo, no golpe de 2002, na Venezuela, contra o presidente Hugo Chávez. Este golpe foi realizado por parte do exército em conjunto com a maioria dos capitalistas.
Ele foi apoiado pelo governo dos EUA e de outras instituições desse país. Parte do apoio foi aberto (reconhecimento imediato do novo regime) e parte foi secreta (pré-financiamento do golpe) No entanto, o golpe foi rapidamente derrotado por múltiplos fatores: A pressão dos trabalhadores e dos pobres da Venezuela, o apoio a Chávez dos escalões inferiores do exército e da pressão internacional de outros governos sul-americanos. (mais…)

Pedro García Olivo – El Educador Mercenário

Posted on Leave a commentPosted in Educação, Livros Em Espanhol, Pedagogia

Escrituras Ahuyentables I: El Educador Mercenário – La ideología de la escuela ha gozado de tan buena popularidad en las sociedades modernas occidentales que ha desplazado en todos los lugares al aprendizaje que naturalmente se da dentro de una comunidad determinada.
¿Se han mitificado, como pasa con las heroicidades del pasado, también las escueslas liebrtarias?
¿Es todavía posible la educación después de Auschwitz? (mais…)

Neala Schleuning – Abolição Do Trabalho E Outros Mitos

Posted on Leave a commentPosted in Ciências Sociais

Abolição Do Trabalho E Outros Mitos – Certo. Então todo mundo odeia trabalho. A aversão ao trabalho parece ser endêmica através de culturas e através do tempo. Em muitas culturas, visões de liberdade do trabalho abundam. A vida descuidada do gafanhoto que consome sem armazenar bens para o inverno continua a nos atrair, e a vida da monótona e pedestre formiga operária atrai nosso escárnio. (mais…)

Élisée Reclus – Por Que Anarquistas Não Votam?

Posted on Leave a commentPosted in Ciências Sociais

Por Que Anarquistas Não Votam? – Tudo o que pode ser dito a respeito do sufrágio pode ser resumido em uma frase: Votar significa abrir mão do próprio poder.
Eleger um senhor, ou muitos senhores, seja por longo ou curto prazo, significa entregar a uma outra pessoa a própria liberdade.
Chamado monarca absoluto, rei constitucional ou simplesmente primeiro ministro, o candidato que levamos ao trono, ao gabinete ou ao parlamento sempre será o nosso senhor. (mais…)

Caio Túlio Costa – O Que É Anarquismo

Posted on Leave a commentPosted in Ciências Sociais

No sentido comum, a anarquia sempre foi sinônimo de caos, bagunça, desordem. Porém, essa ideia está bem distante do sentido da palavra grega anarchos, que define o princípio do não-governo, da não autoridade.
Muitas foram as correntes políticas que lutaram em defesa dessa ideia.
Narrando a história dessas lutas, na Europa e na América, da vida de seus principais articuladores e da repressão às suas atividades, em O Que É Anarquismo Caio Túlio Costa nos introduz a um dos mais importantes movimentos políticos internacionais da história contemporânea. (mais…)

George Woodcock – História Das Ideias E Movimentos Anarquistas Vol. II: O Movimento

Posted on Leave a commentPosted in Ciências Sociais, História

História Das Ideias E Movimentos Anarquistas é um dos livros mais completos e esclarecedores sobre as origens e a história do movimento anarquista através dos tempos.
Uma obra fundamental para o conhecimento profundo da doutrina anarquista, desde seu nascimento até sua expressão como movimento, expondo o pensamento de seus principais teóricos como Proudhon, Bakunin, Kropotkin, Godwin, Stirner, Tolstói e tantos outros.
A partir do momento em que Proudhon bradou que “A propriedade é um roubo!” foram estabelecidos os fundamentos doutrinários para a criação de sistemas antigovernamentais, substituindo o Estado autoritário por um tipo de cooperação não-governamental entre indivíduos livres. (mais…)

Piotr Kropotkin – A Conquista Do Pão

Posted on Leave a commentPosted in Ciências Sociais

A Conquista Do Pão é um livro do anarquista russo, e pai do Comunismo libertário, Piotr Kropotkin. Originalmente escrito em francês, apareceu pela primeira vez como uma série de artigos nos jornais anarquistas Le Révolté e La Revolté (ambos editados por Kropotkin).
Foi publicado como livro pela primeira vez em Paris em 1892 com um prefacio de Élisée Reclus, quem também sugeriu o título. Entre 1892 e 1894 foi serializado, em parte, nos jornais londrinos Freedom, do qual Kropotkin era cofundador. (mais…)

Emma Goldman – O Indivíduo, A Sociedade E O Estado, E Outros Ensaios

Posted on Leave a commentPosted in Ciências Sociais

A dúvida reina no espírito dos homens, pois nossa civilização treme em suas bases. As instituições atuais não mais inspiram confiança e os mais inteligentes compreendem que a industrialização capitalista vai contra os próprios objetivos que diz perseguir.
Este poderia ser o discurso de alguma liderança do bem comportado Greenpeace, ou a fala de algum anarquista ativista de ecologia social do Earth Fire, ou ainda o desabafo frustrado de um ex-candidato à presidência dos EUA em seu documentário sobre os impactos ao ambiente causados pelo capitalismo contemporâneo. (mais…)

Luiz Pilla Vares – O Anarquismo

Posted on Leave a commentPosted in Ciências Sociais

O Anarquismo: Promessas De Liberdade: A história das ideias anarquistas ou libertárias está presente nesta obra, remontando perspectivas de quase dois séculos, e que ainda se colocam como assunto presente.
Luiz Pilla Vares traça os vínculos existentes entre as origens do anarquismo moderno, a Revolução Francesa, o marxismo e as demais teorias socialistas que emergem na turbulência da queda das monarquias e o nascimento das repúblicas. (mais…)

George Woodcock – História Das Ideias E Movimentos Anarquistas Vol. I: A Ideia

Posted on Leave a commentPosted in Ciências Sociais, História

História Das Ideias E Movimentos Anarquistas é um dos livros mais completos e esclarecedores sobre as origens e a história do movimento Anarquista através dos tempos. Uma obra fundamental para o conhecimento profundo da doutrina Anarquista, desde seu nascimento até sua expressão como movimento, expondo o pensamento de seus principais teóricos como Proudhhon, Bakunin, Kropotkin, Godwin, Stirner, Tolstoi e tantos outros. (mais…)

Daniel Guérin – O Anarquismo: Da Doutrina À Ação

Posted on Leave a commentPosted in Ciências Sociais

Em 1965 vinha à tona uma obra que tornaria-se célebre no campo da Ciência Política, trata-se de O Anarquismo: Da Doutrina À Ação, escrito pelo francês Daniel Guérin (1904 – 1988). Há quem diga que o livrinho – como costumava escrever o seu autor – foi juntamente com A Sociedade do Espetáculo, o magnum opus de Guy Debord, dos mais influentes, para os acontecimentos do famoso Maio de 1968 francês. (mais…)

Piotr Kropotkin – O Princípio Anarquista E Outros Ensaios

Posted on Leave a commentPosted in Ciências Sociais

O Princípio Anarquista E Outros Ensaios reúne textos produzidos entre 1887 e 1914, nos quais Kropotkin discute as principais dificuldades enfrentadas pelos movimentos socialistas da virada do século XIX, como a aparente desunião e as divergências teóricas e os métodos de ação violentos.
Aborda também, a necessidade do confronto com o princípio da autoridade do campo privado,com foco no casamento, consumo e na satisfação pessoal, bem como a preservação da liberdade individual nas comunas. (mais…)

Margareth Rago – Foucault, História E Anarquismo

Posted on Leave a commentPosted in Ciências Sociais, Filosofia

Frequentemente, ouvimos os “foucaultianos” questionarem os possíveis vínculos entre Foucault e os anarquistas, afirmando que o filósofo jamais se disse anarquista, que recusava qualquer forma de territorialização sedentarizante e que, ademais, nunca se afiliou aos grupos anarquistas contemporâneos.
Vários autores anarquistas, por outro lado, enxergam um Foucault profundamente libertário e ademais, propõem pensar o pós-estruturalismo como sendo “uma forma contemporânea de anarquismo”. (mais…)