Rupi Kaur – Outros Jeitos De Usar A Boca

Outros Jeitos De Usar A Boca é um livro de poemas sobre a sobrevivência. Sobre a experiência de violência, o abuso, o amor, a perda e a feminilidade.

O volume é dividido em quatro partes, e cada uma delas serve a um propósito diferente. Lida com um tipo diferente de dor. Cura uma mágoa diferente.

Outros Jeitos De Usar A Boca transporta o leitor por uma jornada pelos momentos mais amargos da vida e encontra uma maneira de tirar delicadeza deles.

Os versos de Outros Jeitos De Usar A Boca são tiros certeiros. A linguagem é direta, honesta e sem formalismos. Alguns não ultrapassam cinco linhas, outros ocupam duas páginas. Apesar da forma simples, a complexidade dos temas de Rupi Kaur não é afetada. E nem preciso dizer: não existe uma só página de monotonia.

Suas vivências são bastante específicas, rodeadas de tabus e regras sobre ser mulher.

“Para as mulheres do sul da Ásia, você precisa ser quieta e não pode ter muitas opiniões”, disse em entrevista ao jornal The Guardian. Mesmo assim, os poemas criados por ela transcendem essas particularidades, conseguem conversar e tocar pessoas dos mais diversos contextos.

Não é necessário ter passado pelas mesmas experiências que ela narra para sentir frustração de ter um pai alcoólatra, a raiva de ser silenciada ou a dor de viver um abuso.

Na mesma entrevista ao The Guardian, Rupi disse que não existia um mercado para poesias sobre trauma, abuso, perda, amor e cura sob a perspectiva de uma imigrante, mulher e Punjabi-Sikh. De fato, pode até ser que não existisse. Mas Rupi criou esse mercado.

Rupi não é artista só da palavra. Além de escrever, ela faz performances, atua, fotografa e ilustra. Se as poesias não são motivos suficientes para ler sua antologia, os desenhos são. Todas as ilustrações minimalistas de Outros Jeitos De Usar A Boca foram feitas por Rupi.

   

 

Caneca Só Frida | Branca

Deixe uma resposta