Para aproveitar o que cada procedimento de ensino tem de melhor, sem ficar alheio a novidades nem se sentir preso a elas, é preciso refletir sobre a prática educativa. Essa obra oferece a base teórica necessária para o professor decidir quando é mais eficaz, por exemplo, dar trabalhos em grupo e não uma aula expositiva, ou qual a melhor maneira de empregar computadores na sala de aula. A autora descreve e analisa a prática da didática – planejamento, objetivos, currículos e avaliação –, propondo um estudo da filosofia e da psicologia para que o professor avalie criticamente as propostas educacionais. Com linguagem clara, cada capítulo contém um resumo, um roteiro de atividades e textos complementares. Trata-se de obra valiosa para estudantes de Pedagogia e Licenciatura, bem como para estudiosos da educação.

Deixe uma resposta