Paulo Leminski – Catatau

O livro que Paulo Leminski trabalhou por oito anos foi publicado originalmente em 1975. O “romance-idéia” é um marco no tecido literário brasileiro.
O autor parte da hipótese: o que poderia vir a acontecer se René Descartes tivesse vindo ao Brasil durante as invasões holandesas no século 17? A partir de tal suposição, Leminski inseriu o personagem Renatus Cartesius em uma imaginária Recife com a seguinte tarefa: entender a realidade tupiniquim do ponto de vista de um racional com luneta e cigarro de maconha nas mãos. O resultado é uma imensa aventura pelo mundo da linguagem. Em Catatau não há certezas; há, sim, possibilidades.

    

Deixe uma resposta