Paul Kriwaczek – Babilônia: A Mesopotâmia E O Nascimento Da Civilização
Em Babilônia, Paul Kriwaczek conta a história da antiga Mesopotâmia, desde as primeiras povoações, em torno de 5400 a.C., até a chegada dos persas no século VI a.C.
O autor faz a crônica da ascensão e queda do poder dinástico no reino babilônico durante esse período e analisa suas numerosas inovações e invenções materiais, sociais e culturais.
O povo da Mesopotâmia lançou as bases do que hoje conhecemos como civilização – com o nascimento da escrita, do estado centralizado, da divisão do trabalho, da religião organizada, da matemática e da lei, entre muitas outras coisas fundamentais que nos servem até hoje. Nas cidades que construíram se desenrolou metade da história humana.
No cerne da magistral narrativa de Kriwaczek está a glória da Babilônia — “o portal dos deuses” —, que teve seu apogeu no reinado do soberano amorita Hamurábi, que unificou a cidade entre 1800 e 1750 a.C.
Embora o poder babilônico viesse a crescer e depois declinar nos séculos seguintes, a Babilônia preservou sua importância como centro cultural, religioso e político por mais de 4 mil anos.
Fascinante e abrangente, Babilônia: A Mesopotâmia E O Nascimento Da Civilização vem preencher uma lacuna na bibliografia sobre o mundo antigo – e, ao revelar o esplendor da Mesopotâmia e da Babilônia, ele descreve o início da nossa própria civilização.

Paul Kriwaczek nasceu em Viena, formou-se em odontologia em Londres e passou uma década trabalhando no Irã e no Afeganistão. De lá fez extensas viagens pela Ásia e pela África, antes de seguir carreira na TV e no jornalismo. Autor de Yiddish Civilisation e In Search of Zarathustra, além de Babilônia: A Mesopotâmia E O Nascimento Da Civilização, era fluente em oito idiomas (entre eles o persa e o híndi) e foi diretor, roteirista e produtor da BBC por mais de 25 anos.

 

Camisa Digitalizado

Deixe uma resposta