Políticas Públicas De Lazer: Formação E Desenvolvimento De Pessoal – Atualmente, os processos de formação de profissionais para atuação na área do lazer vêm ganhando, cada vez mais espaço, no Brasil, em decorrência da demanda verificada no mercado, em franca expansão.
Na sua grande maioria, eles procuram “preparar” o chamado especialista tradicional, a partir de uma visão abstrata de lazer.
Na vinculação com o Esporte, percebe-se ora a ênfase numa vertente ligada à educação física escolar, ora ao chamado treinamento esportivo.
Quase sempre é o mercado o regulador do tipo de profissional a ser formado, vendo o lazer e o esporte como “mercadorias” a ser consumidas no tempo disponível, inclusive de uma perspectiva de controle social. No entanto, é preciso que se tome cuidado ao vincular formação e desenvolvimento de pessoal com Políticas Públicas na área de Lazer e Esporte.
Para uma política pública na área – alicerçada em valores de participação popular e de contribuição, no plano cultural, para o exercício da cidadania -, como é o caso do que é preconizado pelo Sistema Nacional do Esporte e Lazer, é fundamental o processo de formação e desenvolvimento de quadros para atuação, na perspectiva de reversão de expectativas da própria população, qualificando a demanda por serviços públicos – inexistente, para determinadas parcelas da população, ou viciada pelos valores da indústria cultural, em amplos setores.
Este estudo tem como objetivos:
a – verificar a importância que a política de formação e desenvolvimento de quadros tem, como eixo da política de esporte e lazer de dois municípios do Estado de São Paulo;
b – verificar quais são os componentes da política de formação e desenvolvimento de quadros desses municípios;
c – estudar possíveis alternativas para melhor adequar essas políticas dentro da política geral de esporte e lazer desses municípios.
As cidades de Campinas e Piracicaba foram definidas, por critérios de representatividade, as mais importantes no raio de atuação da Unimep, configurando-se como pólos regiões e acessibilidade. O estudo combinou as pesquisas bibliográfica, documental e de campo.

 

Camisa “Espere Eu Acabar Esse Capítulo!”

 

Deixe uma resposta