Marisa Pinheiro Mourão & Outros (Orgs.) – Atendimento Educacional Para Surdos: Educação, Discursos E Tensões Na Formação Continuada De Professores No Exercício Profissional
Esta série, publicada pela Edufu, é organizada e originada no Centro de Ensino, Pesquisa, Extensão e Atendimento em Educação Especial – CEPAE/UFU, o qual tem suas ações voltadas para o desenvolvimento de projetos na área da Educação Especial, incluindo as discussões e reflexões sócio-político-educacionais e o fomento à construção de novos conhecimentos e alternativas de ação nesta área educacional.
Os textos visam colaborar para atender as graves e emergentes dificuldades enfrentadas pelos profissionais que atuam nessa área e ainda para suprir a carência de apoio pedagógico ou de assessoria técnica por parte de profissionais qualificados, visando promover as pessoas com necessidades educacionais especiais em decorrência de alguma deficiência, seja física, mental ou sensorial, e também os possuidores de altas habilidades.
A inclusão educacional continua sendo uma temática que desperta o interesse de muitos estudiosos e pesquisadores. Quando esta temática foca nas condições de inclusão escolar das pessoas com deficiências, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação as inquietações se alargam.
São muitas as dificuldades encontradas quanto assegurar os direitos relacionados à escolarização deste grupo de estudantes, no entanto, a acessibilidade à escola e aos seus diversos espaços de convívio coletivo e de ensino e aprendizagem (questões relacionadas à acessibilidade arquitetônica), ao currículo trabalhado na instituição escolar relacionadas à acessibilidade comunicacional, atitudinal e conceitual são desafios que se apresentam a todos.
A garantia da acessibilidade atitudinal, comunicacional e conceitual encontra-se bem próxima às questões relacionadas à formação acadêmica, profissional e pessoal dos docentes que atuam na escola.
Neste sentido, Atendimento Educacional Para Surdos é resultado do trabalho de um grupo de profissionais preocupado com a formação docente e a escolarização das pessoas com deficiências, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação, membros do Grupo de Estudos e Pesquisa em Políticas e Práticas em Educação Especial (GEPEPES), nas Linhas de Educação a Distância e Educação Especial, de Educação de Pessoas Surdas e Ensino de Língua Brasileira de Sinais (Libras) e de Políticas e Educação
Especial, sendo ainda, decorrente do compromisso assumido pelo referido grupo com a produção de material de pesquisa desenvolvida com o material produzido para e/ou no Curso de Extensão e Aperfeiçoamento em Atendimento Educacional Especializado, financiado pelo Ministério da Educação, por meio da Secretaria de Formação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (SECADI).
Os textos que compõem a segunda parte de Atendimento Educacional Para Surdos são parte desta obrigação com a primeira oferta do referido curso ocorrida em 2011.

 

Camisa Drummond

Deixe uma resposta