João Fabio Bertonha – O Integralismo E Sua História: Memória, Fontes, Historiografia
O presente livro reúne alguns artigos publicados entre 2007 e 2015, a maioria no Brasil, mas também na Espanha e na Rússia.
A decisão de reuni-los em um único volume deriva de dois fatores. O primeiro é a praticidade, permitindo a um leitor interessado ter acesso a todos os textos de uma vez, sem a necessidade de busca em várias revistas ou livros.
O segundo fator, contudo, é ainda mais importante. Os artigos abordam temas diversos, mas respondem à mesma preocupação, ou seja, dar sentido à experiência do Integralismo brasileiro.
Os artigos isolados, assim, acabam por adquirir um novo sentido quando agrupados, pois discussões apenas esboçadas em um texto adquirem um novo significado em outro.
O valor do conjunto, aqui, é bem maior do que a soma das unidades. O primeiro eixo desse livro é a da produção do conhecimento a respeito do Integralismo, tanto no seu aspecto memorialístico como no acadêmico.
Nesse sentido, além de um texto mais geral sobre a memória produzida pelos integralistas, apresento outros dois nos quais faço um diálogo entre dois acervos pessoais deixados por integralistas (o casal Plínio e Carmela Salgado) e a produção memorialística,
e discuto as armadilhas com que o historiador do movimento tem que se defrontar quando esse procura converter as informações depositadas nesse tipo de acervo com a metodologia do historiador profissional.
Do mesmo modo, inclui um artigo no qual trabalho os problemas metodológicos enfrentados pelo historiador quando procura trabalhar com um tema espinhoso, o do antissemitismo integralista, frente a fontes que não permitem uma avaliação precisa do fenômeno.
Acompanhar e avaliar a trajetória dos integralistas dentro da história do processo político brasileiro é a preocupação dos textos seguintes, os quais focam menos no Integralismo em si e mais na inserção da AIB dentro da história política brasileira no século XX.
Nesse sentido, há artigos que procuram situar a experiência integralista dentro da história da direita nacional como um todo e outros que avançam a discussão sobre a herança integralista para o período posterior à Segunda Guerra Mundial, com ênfase para a época do regime militar.

 

Camisa Abraço De Livro

Deixe uma resposta