James Ellroy – Meus Lugares Escuros

Meus Lugares Escuros – James Ellroy, o maior escritor policial da atualidade, viveu experiências tão ou mais barra-pesada do que os personagens de seu romance. Quando menino, teve a mãe assassinada. Na adolescência, foi mendigo, viciado e foi preso várias vezes, sendo resgatado para a vida normal pela literatura.
Essas experiências duras e fortes impregnam toda sua obra. Os cenários, os personagens e as tramas de livros como Los Angeles — Cidade proibida, Tablóide americano e outros sucessos inspiram-se em sua juventude em uma Los Angeles mítica, repleta de gângsteres, corruptos, drogas, violência e mulheres de formas fartas e caráter duvidoso.
No relato biográfico de Meus Lugares Escuros, Ellroy revisita seu passado na tentativa de exorcizar fantasmas que o atormentavam. A Ideia era utilizar o dinheiro e o prestígio conseguidos com a literatura para investigar novamente o assassinato de sua mãe, em busca de respostas. Não apenas sobre a identidade do homem que a matou, mas de suas próprias origens.
A Jornada rumo ao passado é dolorosa, mas, endurecido pelos traumas da infância e juventude, Ellroy a suporta muito bem.
Meus Lugares Escuros é dividido em quatro partes. Na primeira, A ruiva, Ellroy revive e relata a investigação do assassinato de sua mãe. Na segunda parte, O menino na fotografia, relembra sua vida, em um relato que começa na infância e vai até a descoberta da literatura.
Aqui ele revela sem pudores que foi viciado em drogas, mendigo e que invadiu casas para roubar e cheirar calcinhas. E Explica o que foi necessário para conseguir sair do fundo do poço.
Depois, em Stone, Ellroy descreve o detetive contratado por ele para reabrir o caso do assassinato de Jean Ellroy. Por último, Geneva Hilliker é o relato da nova investigação do caso, seus desdobramentos e a descoberta da personalidade da mãe, por quem Ellroy confessa até mesmo um forte desejo sexual.
Em Meus Lugares Escuros, Ellroy expõe-se sem medos, e permite aos leitores descobrir os lugares mais obscuros e secretos de seu universo, presente sempre em sua obra ficcional.
Escrito com uma enorme crueza, Meus Lugares Escuros é tão brilhante quanto sua ficção. E Guia os que se interessam pelas motivações de sua obra literária. Um relato comovente e extremamente duro de uma vida às vezes mais sórdida do que a dos mais vis personagens da ficção policial deste mestre moderno do gênero.

   

 

Camisa Bicicleta

Deixe uma resposta