Gregory Bassham & Eric Bronson (Orgs.) – O Hobbit E A Filosofia: Para Quando Você Tiver Perdido Seus Anões, Seu Mago E Seu Caminho
Em O Hobbit E A Filosofia os leitores poderão entender – com a ajuda de um grupo de professores e pensadores modernos — o impacto filosófico de O hobbit e O Senhor dos anéis na sociedade e cultura contemporânea.
Com a ajuda de nomes como Platão, Nietzsche, Santo Agostinho e até mesmo Buda, O Hobbit E A Filosofia percorre a Terra-média e descobre por que a possessividade em relação a um objeto (como um anel mágico, por exemplo) pode ser tão destrutiva.
Ao analisar filosoficamente o prelúdio de O Senhor dos anéis, O Hobbit E A Filosofia pretende esclarecer as atitudes morais e questões éticas que percorrem os personagens do primeiro grande sucesso de ficção de J. R. R. Tolkien.
O hobbit conta a história de um grupo de 13 anões, um mago e um hobbit para recuperar o tesouro roubado por um dragão e a terra de origem dos anões. Os hobbits são conhecidos por serem um povo preguiçoso e com um profundo amor pela comida, pela bebida e pelo conforto. Porém, ao longo da saga, Bilbo Bolseiro se transforma, cresce em determinação, autoestima e coragem.
Um dos mais adorados livros infantis de todos os tempos, e o fascinante prelúdio de O Senhor dos anéis, O hobbit levanta diversas questões a serem ponderadas.
Será que as aventuras são apenas “coisas desagradáveis e desconfortáveis” que “fazem com que você se atrase para o jantar” ou podem ser estimulantes e ter o potencial de mudar sua vida?
Será que a comida, a alegria e as canções devem ser postas acima do ouro? A vida era melhor nos tempos pré-industriais, quando havia “menos barulho e mais verde”?
Podemos confiar em quem é “generoso como o verão” para usar tecnologias poderosas com responsabilidade ou essas tecnologias devem ser cuidadosamente reguladas ou destruídas, para que não caiam nas mãos de orcs ou de servos do Necromante?
Quais são os deveres de um amigo em relação ao outro?
A misericórdia deve ser estendida até mesmo àqueles que merecem morrer?
Bilbo podia ter entregado a Pedra Arken?
Como o tesouro de Smaug deveria ter sido dividido?
Thorin deixou sua “bonita harpa dourada” em Bolsão quando partiu para o desconhecido? Caso tenha deixado, quanto podemos faturar se a vendermos na internet?
Dos felizes salões da Última Casa Amiga de Elrond à “viscosa ilha de pedra” de Gollum, grandes questões filosóficas são apresentadas em O Hobbit E A Filosofia aos antigos fãs e novos leitores.

 

Camisa O Livro E A Fantasia

Deixe uma resposta