Friedrich Engels – A Dialética Da Natureza

Com este trabalho, Engels traçou novos rumos para a interpretação racional do mundo e dos seus fenômenos. Diz o professor Haldane, no prólogo da edição alemã, que, se houvesse sido publicado há mais tempo, a ciência hoje teria tido maior desenvolvimento. Por seu caráter pioneiro, A Dialética Da Natureza é, ainda hoje, leitura obrigatória para os estudiosos da filosofia e da ciência.

A Dialética Da Natureza é uma obra inacabada escrita por Friedrich Engels em 1883. Nesta obra, Engels aplica as ideias marxistas, em particular o materialismo dialético, na ciência.

No prefácio de 1939, J. B. S. Haldane afirma que “a maior parte do manuscrito parece ter sido escrito entre 1872 e 1882, ou seja, refere-se à ciência da época. Por isso, muitas vezes é difícil acompanhar a obra se não se conhece a história da prática científica deste período.

A ideia que chamamos hoje de conservação de energia estava começando a permear a física, a química e a biologia, mas era muito pouco pesquisada, e tão pouco aplicada. Palavras como ‘força’, ‘movimento’ e ‘vis viva’ eram usadas na época como sinônimos de energia”.

Alguns tópicos controversos dessa obra, teorias incompletas e imperfeitas, agora são entendidas, recuperando alguns dos ensaios antigos do filósofo. “O interesse de Engels não era tanto pela crítica detalhada das teorias, mas a abordagem dos problemas intelectuais”.

Alguns tópicos controversos da época de Engels, relativos a teorias incompletas ou defeituosas, estão agora resolvidos, fazendo alguns ensaios de Engels datados. “O interesse deles não está tanto na crítica detalhada das teorias, mas em mostrar como Engels lidava com problemas intelectuais”..

Uma “lei” proposta na Dialética Da Natureza é: “A lei da transformação da quantidade em qualidade e vice-versa”. O exemplo mais frequente citado para essa lei é a mudança da água em líquido para gás, através do aumento de sua temperatura (embora Engels também descreva outros exemplos químicos). Na ciência contemporânea, este processo é conhecido como transição de fase.

Houve um esforço também de aplicar essa lei para os fenômenos sociais, por meio da ideia de que a população cresce como resultado das mudanças na estrutura social. Também é uma ideia recorrente na assim chamada Sociofísica.


Deixe uma resposta