fer

A indústria eletrônica é um dos principais pilares da moderna economia industrial em diversos países, sendo responsável por grande fatia do comércio internacional. A base da indústria eletrônica são os dispositivos semicondutores confeccionados com materiais inorgânicos, sendo o Silício o mais comum deles.
Contudo, uma nova classe de materiais semicondutores, agora à base de Carbono, tem despontado com grandes perspectivas no cenário tecnológico: são os semicondutores orgânicos. Deles deriva uma nova forma de eletrônica: a eletrônica orgânica. Dispositivos semicondutores orgânicos combinam, em um único elemento, a característica semicondutora e a flexibilidade dos plásticos, o que abre portas a inúmeras inovações de produto e processos de fabricação.
A atividade tecnológica, da qual um dos principais indicadores é a quantidade de registros de patentes, tem buscado novas rotas de pesquisa. O objetivo é proporcionar, aos equipamentos à base de eletrônica orgânica, um desempenho técnico que lhes permita competir com a já estabelecida indústria baseada em eletrônica de semicondutores inorgânicos.

pdf

Deixe uma resposta