O livro organizado por Darcilia Simões traz ricas contribuições da teoria semiótica, que são importantes para diferentes tipos de público (semioticistas, professores, pesquisadores). Centrados no tripé semiose, linguagem e tecnologia, autores do Brasil, Itália e Portugal apresentam, respectivamente, reflexões teóricas sobre a semiótica, homenagens a Umberto Eco, questões sobre o ensino de português e reflexões sobre códigos, linguagens e tecnologias. A primeira parte do livro discute a semiótica da cooperação intercultural, os fundamentos da semiótica cognitiva e questões de leitura e escrita na era dos tabletes. Na segunda, foi feita uma homenagem à obra semiótica de Umberto Eco, por meio de reflexões sobre autobiografia e interpretações. O ensino de língua portuguesa é o foco da terceira parte deste livro, em que se discutem a formação de professores, o português como língua não-materna (L2), polifonia, intertextualidade e questões estilísticas. Enfim, a última parte do livro estreita as relações entre códigos, linguagens e tecnologias, refletindo sobre materiais didáticos na web, a língua e a linguagem em rede, educação a distância e a linguagem de sinais (libras).

Deixe uma resposta