Cristovão Tezza – A Tradutora
O romance A Tradutora, de Cristovão Tezza, publicado pela editora Record em 2016, traz novamente à cena o casal de protagonistas do romance Um erro emocional, de 2010, e do livro de contos Beatriz, de 2011: Beatriz, a tradutora curitibana, e Antonio Donetti, o escritor paulista.
Se os dois livros anteriores de Tezza apresentam histórias das vidas dos protagonistas, o início do relacionamento e o auge da paixão amorosa, A Tradutora aponta para a inevitável ruptura, conforme o leitor poderá inferir já nas primeiras páginas do livro.
A narrativa é ambientada na cidade de Curitiba num período de poucos dias no início de 2014, quando o Brasil estava às voltas com os preparativos para a Copa do Mundo e para eleição presidencial que elegeu Dilma Rousseff, e ainda enfrentava a ressaca das manifestações de julho de 2013, ou seja, num período em que já estavam se esboçando os conflitos sociopolíticos que explodiram em 2015, acompanhados de uma profunda crise econômica.
Esses elementos externos são habilmente internalizados por Cristovão Tezza na estrutura da narrativa, compondo o pano de fundo do cenário por onde circula Beatriz com suas conversas e reflexões.
Nesse sentido, vale lembrar as observações feitas por Antonio Candido, de que a literatura para ser elaborada depende da ação de fatores do meio em que é gerada, que se exprimem na obra literária em vários graus de sublimação, e que os elementos sociais, externos à obra literária, tornam-se internos, transformando-se em elementos que desempenham papéis significativos na constituição do texto literário, de modo que ele se forma a partir do contexto, que dá “lastro às obras e as amarram ao mundo onde vivemos”.
Toda a narrativa de A Tradutora é realizada a partir da memória de Beatriz, por meio de diálogos, imaginários ou ocorridos, organizados numa aparente desordem narrativa.
Esse fato revela a habilidade do autor em trabalhar com uma complexa teia narrativa em que passado, presente e futuro se misturam, de forma que a cronologia da história narrada só é possível ser estabelecida havendo um entendimento tácito entre narrador e leitor.

 

Camisa Guarda-Chuva

Deixe uma resposta