Celia Lessa Kerstenetzky – O Estado Do Bem-Estar Social Na Idade Da Razão: A Reinvenção Do Estado Social No Mundo Conteporâneo
O estado do bem-estar social morreu? O envelhecimento das populações e a globalização econômica teriam disparado os tiros fatais?
Este livro responde negativamente a essas questões, mas identifica uma nova e crucial fase do estado social.
Mais do que nunca, o estado do bem-estar é necessário para garantir direitos frente aos novos riscos sociais, ao mesmo tempo em que é chamado a imaginar soluções que garantam sua sustentabilidade financeira e política.
De acordo com a autora Celia Kerstenetzky, a construção do estado do bem-estar é uma marca civilizatória, que distingue as sociedades que reconhecem seus membros como cidadãos, sujeitos de direitos fundamentais, em busca do alargamento de suas liberdades.
A partir de uma breve recuperação histórica e de princípios constitutivos do estado do bem-estar, este livro mostra a diversidade de respostas imaginadas no mundo desenvolvido, bem como a difusão do estado do bem-estar para países não desenvolvidos em décadas recentes, com uma parte inteiramente dedicada ao Brasil.
A construção do estado do bem-estar, seja como realidade, seja como aspiração, se constituiu na mais importante, profunda e durável reforma social do século XX.
Atacado pelos seus críticos à esquerda, por atenuar conflitos de classe, e pelos seus críticos à direita, por erodir os incentivos de mercado, o estado do bem-estar sobreviveu tanto ao totalitarismo burocrático das economias de comando central quanto às contrarrevoluções neoliberais do final do século XX.
Como acentua a Professora Celia Kerstenetzky, na vida real de países desenvolvidos e em desenvolvimento, questiona-se a extensão dos benefícios, sua cobertura, seu financiamento, enfim tudo menos sua necessidade.
Construir o estado do bem-estar é uma marca civilizatória, que distingue as sociedades que reconhecem seus membros como cidadãos, sujeitos de direitos fundamentais, em busca do alargamento de suas liberdades.
Os ataques, contudo, continuam. Este é um livro de combate, de defesa de direitos de cidadania, em que as ameaças são respondidas uma a uma.
Poucos autores estão tão preparados para escrever este tratado quanto a Dra. Kerstenetzky, com sua dupla formação de economista e cientista política. Uma obra fundamental para informar um debate mais do que oportuno.

 

Camisa Pessoa

Deixe uma resposta