Karl Kraus – Aforismos

Posted on Leave a commentPosted in Literatura, Literatura Estrangeira

Aforismos – “O aforismo jamais coincide com a verdade; ou é uma meia verdade ou uma verdade e meia”, escreveu Karl Kraus (1874-1936) a respeito do gênero em que se tornou um mestre. Personagem singular do debate intelectual europeu do começo do século XX, Kraus encontrou na brevidade e na condensação extrema dos aforismos a forma ideal de espetar seus adversários – notadamente jornalistas, políticos e figuras prestigiadas do meio cultural vienense. (mais…)

Marcel Proust – Sobre A Leitura & Entrevista Com Céleste Albaret

Posted on Leave a commentPosted in Literatura, Literatura Estrangeira

Sobre A Leitura & Entrevista Com Céleste Albaret – Entrevista com Céleste Albaret concedida a Sonia Nolasco-Ferreira, publicada originalmente na Revista 80, no inverno de 1983.
“…meus pais pronunciariam cedo demais a frase fatal: ‘Agora, feche seu livro, vamos almoçar’.”
A partir de recordações da infância Marcel Proust traz ao leitor uma série de reflexões sobre o ato de ler. Passando por nomes como Homero, Shakespeare e Racine, o autor de Em busca do tempo perdido explora as relações entre autor e leitor, e revela – a leitura é uma amizade sincera. (mais…)

Menelaos Stephanides – Hércules

Posted on Leave a commentPosted in Literatura, Literatura Estrangeira

Não é à toa que a história de Hércules é uma das mais conhecidas da mitologia grega. O herói era de longe o mais adorado na Grécia Antiga. Sua reputação tinha um alcance tão grande que, aos poucos, o mito original foi sendo modificado de acordo com interesses diversos. Era comum, por exemplo, que reis de várias regiões se dissessem filhos de deuses ou heróis, e esse costume rendeu a Hércules nada menos que 90 supostos filhos em toda a Grécia! (mais…)

Menelaos Stephanides – Édipo

Posted on Leave a commentPosted in Literatura, Literatura Estrangeira

A tragédia Édipo Rei, de Sófocles, é certamente uma das mais conhecidas do teatro grego. Nos dias de hoje, ela adquiriu uma significação diferente da original, pois Freud, o pai da Psicanálise, analisou-a à luz dessa ciência e fez dela um dos alicerces da sua teoria.
Originalmente, a história de Édipo é, acima de tudo, o drama de um homem buscando fugir do seu destino. Laio, seu pai, foi responsável pelo suicídio de Crísipo, príncipe da cidade de Piza. Inconsolável, o pai de Crísipo amaldiçoou Laio, dizendo que, se tivesse um filho, deveria morrer pelas mãos deste. (mais…)

Henry Miller – Trópico De Câncer

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Estrangeira

Trópico De Câncer – Publicado orginalmente em 1934, em Paris, Trópico De Câncer foi imediatamente proibido em todos os países de língua inglesa. Tachado como pornográfico, assim como seu sucessor Trópico de Capricórnio, só foi liberado nos Estados Unidos e na Inglaterra nos anos 1960, aclamado como parte da revolução sexual.
Trópico De Câncer foi celebrado pelos maiores intelectuais da época e se tornou um dos grandes clássicos da literatura americana. Samuel Beckett o saudou como “um evento monumental da história da escrita moderna”. E outros nomes como T. S. Eliot, Ezra Pound e Lawrence Durrell também notaram rapidamente o talento de Miller. (mais…)

Carlos Fuentes – Adão No Éden

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Estrangeira

Adão No Éden – O México de Carlos Fuentes guarda pouca relação com a famosa frase do ex-presidente Porfirio Díaz, que lamentava: “Pobre México; tão longe de Deus e tão próximo dos Estados Unidos.” Em Adão No Éden, o México continua longe de Deus (embora profundamente religioso), mas os males que atingem o país não vêm de uma nação estrangeira, mas do coração da sociedade. (mais…)

Penelope Fitzgerald – A Livraria

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Estrangeira

A Livraria – Uma viúva de meia-idade, decide abrir uma livraria – a única – na pequena Hardborough, uma cidade costeira no interior da Inglaterra. Florence não esperava, contudo, que seu projeto pudesse transformar Hardborough em um campo de batalha: enquanto a influente e ambiciosa Violet Gamart, que tinha outros planos para a centenária casa que ela escolheu como sede, faz de Florence sua inimiga, a empreendedora também conquista um aliado na figura do excêntrico Sr. Brundish. (mais…)

Anton Tchekhov – A Estepe

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Estrangeira

A Estepe: História De Uma Viagem – Uma viagem inesquecível pelas vastidões da Rússia, pelo olhar de um dos maiores autores da literatura russa.
Com A Estepe, pela primeira vez Anton Tchékhov, aos 28 anos e já com vasta quilometragem como colaborador de jornais e revistas literárias, tentou produzir uma narrativa mais extensa. Tarefa desafiadora, mas, como se lê hoje, bem-sucedida.
O subtítulo parece sintetizar a situação central: a viagem de um menino que parte para estudar em outra cidade e, para isso, percorre por alguns dias a vasta estepe russa. (mais…)

Haruki Murakami – Kafka À Beira-Mar

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Estrangeira

Kafka À Beira-Mar – Um dos romances mais ambiciosos de Haruki Murakami, com referências que vão do mundo pop japonês às tragédias gregas, e uma das mais surpreendentes obras da literatura contemporânea.
Os personagens de Kafka À Beira-Mar vivem em um Japão completamente transformado pelo capitalismo e se sentem solitários, excluídos da sociedade moderna. Centrado na jornada de dois personagens, é um livro imaginativo, com referências que vão do mundo pop japonês às tragédias gregas. (mais…)

José Eduardo Agualusa – A Vida No Céu

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Estrangeira

A Vida No Céu: Romance Para Jovens E Outros Sonhadores (no qual se inclui um brevíssimo dicionário filosófico do mundo flutuante para uso de nefelibatas amadores)
A Vida no Céu é um romance distópico, num futuro que se segue ao Grande Desastre, e em que o Mundo deixou de ser onde e como o conhecemos. Encontrando-se o globo terrestre inteiramente coberto por água, e a temperatura, à superfície, intolerável, restou ao Homem subir aos céus. (mais…)

James Joyce – Ulysses

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Estrangeira

Ulysses – Um homem sai de casa pela manhã, cumpre com as tarefas do dia e, pela noite, retorna ao lar. Foi em torno desse esqueleto enganosamente simples, quase banal, que James Joyce elaborou o que veio a ser o grande romance do século XX.
Inspirado na Odisseia de Homero, Ulysses é ambientado em Dublin, e narra as aventuras de Leopold Bloom e seu amigo Stephen Dedalus ao longo do dia 16 de junho de 1904. Tal como o Ulisses homérico, Bloom precisa superar numerosos obstáculos e tentações até retornar ao apartamento na rua Eccles, onde sua mulher, Molly, o espera. (mais…)

Peter Haining (Org.) – Noir Americano

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Estrangeira

Noir Americano – Os criminosos mais perversos, os detetives mais durões e as mulheres mais sensuais e perigosas estão reunidos nesta antologia que traz o melhor da ficção policial americana. De Raymond Chandler, Dashiell Hammett e James M. Cain, que representam as raízes da literatura noir, ao revolucionário diretor e roteirista Quentin Tarantino, passando pelo mestre do horror Stephen King, todos mergulham no mundo do crime para criar tramas cheias de ação com muitos tiros, sopapos, mentiras, sedução, corrupção e tiradas de efeito. (mais…)

Jorge Luis Borges – Antologia Pessoal

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Estrangeira

Antologia Pessoal – Nesta coletânea traçada com olho crítico, mão sóbria e gosto certeiro, Jorge Luis Borges compilou tudo aquilo que os anos e a arte de ler foram depurando no homem que se vangloriava mais dos livros lidos do que daqueles que havia escrito.
O tempo – o mais arguto dos antologistas – e um cisne singular e tenebroso – o próprio autor enquanto leitor – são os responsáveis pela seleção destas páginas que decerto vão ficar na memória de quem porventura as percorrer. (mais…)

Michael Connelly – Luz Perdida

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Estrangeira

Luz Perdida – Cansado da burocracia no Departamento de Polícia de Los Angeles, Harry Bosch resolve entregar o distintivo e se aposentar. Em quase trinta anos de serviços prestados, nunca imaginou que jogaria tudo para o alto e ficaria “acordado até tarde, olhando as paredes e bebendo vinho tinto”.
Até o dia em que recebe a ligação de um colega: “Harry, você ainda pensa em Angella Benton?” Sim, todos os dias aquele caso não resolvido assombrava o detetive. Alguns meses antes, ao bater nas costas a porta da delegacia, levou junto uma caixa cheia de pastas, todas com casos sem solução. (mais…)

Floriano Martins – Memória De Borges

Posted on Leave a commentPosted in Biografia, Literatura, Literatura Estrangeira

Memória De Borges – Livro organizado por Floriano Martins reúne quinze entrevistas de Jorge Luís Borges que não haviam sido traduzidas para o português.
O poeta, ensaísta e tradutor Floriano Martins realizou um verdadeiro garimpo para reunir em dois volumes uma série de entrevistas de Jorge Luis Borges que encontravam-se dispersas em jornais e revistas latino-americanas, publicadas entre 1964 e 1985. (mais…)

Menelaos Stephanides – A Odisseia

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Estrangeira

A Odisseia, de Homero, é uma obra clássica de valor incomensurável. Juntamente com a Ilíada, ela marca o início da literatura ocidental, pois está entre os textos mais antigos de que se tem conhecimento.
Ainda hoje, quando alguém se refere a uma jornada emocionante, costuma chamá-la de odisseia. Mas o significado original da palavra está longe dessa aura de aventura: refere-se simplesmente à história do herói Odisseu. (mais…)

Umberto Eco – Baudolino

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Estrangeira

Baudolino – Depois de O nome da Rosa, Umberto Eco – o mais importante intelectual italiano deste século – retorna à Idade Média, dessa vez para homenagear sua cidade natal, a piemontesa Alessandria. Enquanto O nome da Rosa, seu livro mais famoso, recria o clima soturno da Inquisição, Baudolino gravita em torno dos prazeres da corte de Federico Hohenstaufen, conhecido como Barbarossa, à época da Terceira Cruzada. (mais…)

Umberto Eco – O Cemitério De Praga

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Estrangeira

O Cemitério De Praga – Um dos mais importantes intelectuais italianos, imbatível nos estudos de semiótica, Umberto Eco é, também, um romancista de talento incomparável. Mestre em criar tramas engenhosas, capazes de mesclar vários níveis de linguagem, personagens e ações, se tornou conhecido mundo afora com o sucesso de público e crítica O nome da rosa.
Três décadas depois desse estupendo thriller, Eco retorna com um dos mais antecipados — e controversos — livros dos últimos anos. (mais…)