Beatriz Resende (Org.) – Lima Barreto: Cronista Do Rio

Posted on Leave a commentPosted in Literatura, Literatura Brasileira

Lima Barreto: Cronista Do Rio – Reunião inédita de crônicas do escritor carioca sobre o Rio de Janeiro, selecionadas pela especialista Beatriz Resende. O volume contempla alguns dos momentos mais significativos e saborosos do autor sobre a cidade, os bairros cariocas, seus principais logradouros e sua expressão cultural.
Nas palavras de Beatriz Resende, organizadora da edição e também autora de Lima Barreto E O Rio De Janeiro Em fragmentos, “uma bela maneira de conhecermos o Rio de Janeiro do início do século XX – as décadas de 1910 e 1920 – é seguirmos os passos do escritor carioca Afonso Henriques de Lima Barreto. Acompanharmos os passos, os olhos, o deslumbramento, o espanto, a indignação, os protestos e a ternura ”. (mais…)

Leticia Wierzchowski – A Casa Das Sete Mulheres

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Brasileira

A Casa Das Sete Mulheres – Um envolvente romance histórico sobre a Revolução Farroupilha de 1835 e sete mulheres da família de Bento Gonçalves, comandante das tropas revolucionárias que pretendia separar o Sul do resto do país. A guerra que se esperava curta começou a se prolongar. E a vida daquelas sete mulheres confinadas na solidão do pampa começou a se transformar… (mais…)

Ignácio De Loyola Brandão – O Homem Que Odiava A Segunda-Feira

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Brasileira

O Homem Que Odiava A Segunda-Feira – Contos absurdos, situações de delírio, metáforas e alegorias da realidade, à sombra da maldita segunda-feira. O homem que conversa com uma formiga; a caixa de correio que engole mãos; a ideia de corpos removíveis, permitindo retirar os seus membros. Sátiras, humor negro, sarcasmo, revolta com o cotidiano. Tudo culpa da segunda-feira. (mais…)

Cid Benjamin – Reflexões Rebeldes

Posted on Leave a commentPosted in Ciências Sociais, Comunicação, Literatura Brasileira

Reflexões Rebeldes – Essa coletânea de artigos, publicados e inéditos, foram escritos por Cid Benjamin no período entre 2010 e 2016. Nesse cuidadoso apanhado, Cid antevê os mau passos do governo do PT e, com espírito crítico, comenta os caminhos da esquerda no Brasil, deixando evidentes os motivos que levaram o país ao processo de impeachment de Dilma Rousseff e à atual situação econômica. Leitura obrigatória para entender o momento político pelo qual o país passa. (mais…)

Graciliano Ramos – Linhas Tortas

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Brasileira

Linhas Tortas – “Deve-se escrever da mesma maneira com as lavanderias lá de Alagoas fazem em seu ofício. Elas começam com uma primeira lavada, molham a roupa suja na beira da lagoa ou do riacho, torcem o pano, molham-no novamente, voltam a torcer. Colocam o anil, ensaboam e torcem uma duas vezes.
Depois enxáguam, dão mais uma molhada, agora jogando água com a mão. Batem o pano na laje ou na pedra limpa, e dão mais uma torcida e mais outra, torcem até não pingar do pano uma só gota. Somente depois de feito tudo isso é que elas dependuram a roupa lavada na corda ou no varal, para secar. Pois quem se mete a escrever devia fazer a mesma coisa. A palavra não foi feita para enfeitar, brilhar como falso; a palavra foi feita para dizer.” (mais…)

Altair Martins – Dicionário Amoroso De Porto Alegre

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Brasileira, Turismo

Através do Dicionário Amoroso De Porto Alegre o premiado escritor Altair Martins apresenta uma outra forma de olhar a capital gaúcha no que ela tem de aparente, secreto e inexplorado. Nos verbetes distribuídos de A a Z pode-se ler um amálgama de sentimentos, situações, pessoas e muito mais.
Em vez de datas, horários de funcionamento e demais informações de ordem comercial, o leitor encontrará no Dicionário Amoroso De Porto Alegre a atmosfera do lugar, um pouco de sociologia disfarçada de anedota, intriga com pendores filosóficos ou ainda um conto que é, na verdade, psicologia. (mais…)

Monteiro Lobato – Fragmentos, Opiniões E Miscelânea

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Brasileira

Fragmentos, Opiniões E Miscelânea – A imensidão de possibilidades de um país-continente por um lado – minério de ferro, terras agricultáveis, clima favorável, e (quem sabe) petróleo. Por outro lado, jogando contra, os “jecas”, bacharéis, funcionários públicos amofinados, poetas saudosistas e intelectuais de mentalidade colonial.
Este é o cenário que tanto exaspera Monteiro Lobato, e que ganha contornos vivazes em seu diário, suas críticas de jornal, observações do cotidiano e relatos de viagem. (mais…)

Paulo Francis – Cabeça De Papel

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Brasileira

Cabeça De Papel – Escrito a 40°C e 300 Km/h, com a memória e a pena do delírio e a inteligência mais lúcida, Cabeça De Papel é o registro visceral de um Brasil em ponto de transição e uma profecia realizada do que daí se seguiria. A trama ambienta-se na Zona Sul carioca, no perímetro situado entre o Leme e o Lebon. Seus personagens pertencem à classe dirigente: são banqueiros, grandes industriais, donos de jornal, colunáveis, intelectuais. (mais…)

Luciano Pires – Brasileiros Pocotó

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Brasileira

Brasileiros Pocotó – Você liga a televisão e não se conforma com o baixo nível da programação? Abre o jornal e só encontra notícias superficiais e sensacionalistas? Liga o rádio e parece estar ouvindo sempre a mesma música? Ruim? Chama um ‘profissional’ para fazer um conserto em sua casa e o resultado é um desastre? No trabalho, sente a solidão de não ter interlocutores? As conversas são rasas, os temas superficiais? Vê seus filhos decorando a mesma tabela periódica que você decorou anos atrás? Você tem a sensação de que o Brasil está ficando burro? (mais…)

Marianne Nishihata – Amor Entre Guerras

Posted on Leave a commentPosted in Biografia, História, Literatura Brasileira

Amor Entre Guerras – Tomiyo Yamada viu a carioca Ilma pela primeira vez na estação de trem de Mogi das Cruzes, numa tarde ensolarada de dezembro de 1940. O que mais lhe chamou atenção foram seus cachos quase loiros, embalados pelo vento. Ilma, por sua vez, tinha paixão por homens de olhos puxados.
Mas, recatada e religiosa, não deu muita bola para os olhares instigantes daquele desconhecido bem apessoado. Alguns dias se passaram e eles se reencontraram na Missa do Galo, e, a partir dai, foram muitos encontros e desencontros na pequena cidade do interior de São Paulo. (mais…)

Marcel Verrumo – História Bizarra Da Literatura Brasileira

Posted on Leave a commentPosted in História, Literatura Brasileira

História Bizarra Da Literatura Brasileira – Os mistérios, as tragédias e os fatos emocionantes e bizarros envolvendo nossos livros clássicos e seus autores A partir de um olhar curioso e engraçado, História Bizarra Da Literatura Brasileira é um mergulho nos mistérios, nas tragédias, nos fatos emocionantes, divertidos e, claro, nas bizarrices envolvendo nossos livros clássicos e seus autores. (mais…)

Érico Veríssimo – O Tempo E O Vento: O Arquipélago Vol. II

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Brasileira

O Arquipélago Vol. II – A revolução de 23 chega ao fim e o Rio Grande do Sul é pacificado, mas por pouco tempo. Guarnições militares das Missões se rebelam e Toríbio, o irmão mais velho de Rodrigo, une-se a elas na formação de uma coluna revolucionária que tem “um ilustre desconhecido” à frente, um certo capitão Luiz Carlos Prestes… (mais…)

Carmo De Brito & Outros – Causos Da Roça

Posted on Leave a commentPosted in Folclore, Literatura Brasileira

Causos Da Roça – O universo rural paulista, espontaneamente simples e caipira na sua maneira de ser, está representado neste livro de maneira inigualável. Didático e devidamente “traduzido” para o nosso universo urbano, desfilam por estas páginas impagáveis “causos” – deliciosos mesmo – tal e qual um bom feijão com arroz temperado com muito toucinho … e por que não? (mais…)

Érico Veríssimo – O Tempo E O Vento: O Arquipélago Vol. I

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Brasileira

O Arquipélago, última parte da trilogia. ‘O Tempo e o Vento’, encerra a saga da família Terra Cambará. Neste primeiro volume, o Brasil, o Rio Grande do Sul e Santa Fé se modernizam. Não cabem mais nos planos das oligarquias tradicionais. Os Cambarás retiram o apoio ao governo e aderem à revolução libertadora em 1923: retomam o caminho das armas e das coxilhas ao lado dos maragatos, antes arquiinimigos. (mais…)

Érico Veríssimo – O Tempo E O Vento: O Retrato Vol. II

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Brasileira

O Tempo E O Vento: O Retrato Vol. II – Neste volume que conclui a segunda parte de O tempo e o vento, Rodrigo Terra Cambará enfrenta as contradições de seus afetos privados e reafirma sua inteireza ética e sua coragem. No fim do Estado Novo e da Segunda Guerra Mundial, a família Terra Cambará não se reconhece no país que ajudou a construir.
A trilogia O tempo e o vento é a mais famosa saga da literatura brasileira. São cento e cinqüenta anos da história do Rio Grande do Sul e do Brasil que o escritor compôs em três partes – O Continente, O Retrato e O arquipélago -, publicadas entre 1949 e 1962. (mais…)

Érico Veríssimo – O Tempo E O Vento: O Retrato Vol. I

Posted on Leave a commentPosted in Literatura Brasileira

Em O Retrato, segunda parte da trilogia O tempo e o vento, Rodrigo Cambará, neto do heróico capitão Rodrigo, torna-se um líder populista, defensor dos pobres e do Estado Novo. Em 1945, com a queda de Vargas, Rodrigo volta à cidade natal para um ajuste de contas com a família.
A trilogia O tempo e o vento é a mais famosa saga da literatura brasileira. São cento e cinquenta anos da história do Rio Grande do Sul e do Brasil que o escritor compôs em três partes – O Continente, O Retrato e O arquipélago -, publicadas entre 1949 e 1962. (mais…)