Pedro Karp Vasquez – A Fotografia No Império

Posted on Leave a commentPosted in Fotografia, História

A Fotografia No Império – Um novo meio de expressão para uma nova nação. Em janeiro de 1840, o Brasil torna-se o primeiro país latino-americano a conhecer a daguerreotipia. Com a bênção de dom Pedro II, o país mantém-se em posição de destaque no cenário fotográfico internacional, com as transformações políticas e sociais sendo registradas pelas novas técnicas. (mais…)

Cláudia Maria Ceneviva Nigro & Márcio Scheel (Orgs.) – Entre Palavras E Imagens

Posted on Leave a commentPosted in Artes, Cinema, Fotografia, Literatura

Entre Palavras E Imagens – Tratar das relações entre literatura, cinema e outras artes, sobretudo as de natureza pictórica, coloca, de imediato, o problema de que, mais do que códigos ou linguagens distintas, estamos diante de maneiras diferentes de conceber o mundo ficcional, de criar e pôr em circulação a força irreprimível das imagens.
Toda arte depende das paixões e dos afetos que mobiliza. A literatura, fundada na palavra, solicita do leitor a paixão intelectual, esse misto de prazer sensível e de trabalho ativo do pensamento, que se coloca nos interstícios do texto, movendo-se, de forma incerta e vacilante, em meio à ambiguidade, às lacunas e aos sentidos velados que as palavras encerram.
No cinema, por sua vez, o que está em causa é a entrega incondicional às imagens, o prazer de se deixar seduzir por narrativas em movimento, por esse mundo que se descortina, plástico e vivo, diante de nossos olhos. Diante do cinema, a paixão é fundamentalmente sensorial, imediata, urgente, já que se faz impossível ao pensamento, no escuro da sala de projeção, deter-se sobre as imagens e coincidir com elas. (mais…)

Susan Sontag – Sobre Fotografia

Posted on Leave a commentPosted in Artes, Fotografia

Sobre Fotografia traz ensaios pioneiros sobre a relação entre o real, a representação e o poder da imagem na sociedade contemporânea. Expostas em estilo simples e envolvente, as análises de Sontag dialogam com a filosofia, a sociologia, a estética e a arte pictórica.
Sobre Fotografia foi ganhador do National Book Critic Circle Award de 1977, é um livro que fez história no âmbito dos estudos da imagem. (mais…)

Aline Lopes De Lacerda & Mônica AlmeIda Kornis (Coords.) – Saudades Do Brasil: A Era JK, Fotografia, Cinema, Vídeo, Arqueologia Contemporânea

Posted on Leave a commentPosted in Ciências Sociais, Cinema, Fotografia, História

Os ideais de construção de uma nação desenvolvida, moderna e democrática, somados a um sentimento de esperança e otimismo, consagraram os “anos JK”, hoje evocados como tempos dourados. Revisitar essas lembranças através das imagens produzidas na época não significa uma simples volta saudosista ao passado (mais…)

Daniel Meirinho – Olhares Em Foco: Fotografia Participativa E Empoderamento Juvenil

Posted on Leave a commentPosted in Artes, Ciências Sociais, Educação, Fotografia, Pedagogia

Desde sua invenção até à sua alargada acessibilidade, a fotografia foi tratada como uma janela que observa o mundo tal qual ele se apresenta. Após muitos debates acerca da veracidade e representação fidedigna de uma realidade estática, a imagem fotográfica passou a ser compreendida como um novo formato de enquadrar as diversas percepções do mundo real. (mais…)

Bob Sousa – Retratos Do Teatro

Posted on Leave a commentPosted in Fotografia, Teatro

Esta obra inclui 164 retratos de 169 de artistas e profissionais que atuam hoje nos palcos de São Paulo. Resultado de uma pesquisa de quatro anos que teve como objeto mais de 300 espetáculos, o livro, do fotógrafo Bob Sousa, tem 240 páginas nas quais se alternam retratos de atores, diretores, produtores, curadores, cenógrafos, fotógrafos, iluminadores.

O site pede cadastro. É fácil, rápido e vale a pena.

Valmir De Souza (Org.) – Escritos E Imaginários II

Posted on Leave a commentPosted in Artes, Ciências Sociais, Fotografia, Literatura Brasileira

Publicação composta de produções culturais de jovens participantes do Programa Jovem Monitor/a Cultural (PJMC) da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, Escritos e Imaginários II traz visões de autores/as e artistas jovens, constituído de obras criativas que falam de vivências, experiências e reflexões, com textos e imagens que abordam as condições existenciais e sociais do ser jovem numa grande metrópole.
O livro Escritos e Imaginários II é dividido em duas partes: na primeira parte, jovens escritores/as se apresentam com suas próprias palavras, em escritos inéditos. Na segunda parte, o livro traz imagens, desenhos e fotografias produzidas ao longo de um ano. São criações ecléticas, de variados tons e temas.

 

Valmir De Souza (Org.) – Escritos E Imaginários I

Posted on Leave a commentPosted in Artes, Ciências Sociais, Fotografia, Literatura Brasileira

Publicação composta de produções culturais de jovens participantes do Programa Jovem Monitor/a Cultural (PJMC) da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, sob a coordenação do Instituto Pólis ao longo dos anos 2014 e 2015.  Com um repertório amplo, os textos e imagens são de variados tons e temas e abordam as condições existenciais e sociais do “ser jovem” numa grande metrópole, com um olhar crítico e criativo.

Karla Vidal – Anônimos, Famosos E Viajantes

Posted on Leave a commentPosted in Artes, Fotografia

Algo acontece… Sempre acontece… Mas, será que sempre se vê? Em um ônibus, longos e curtos percursos, tantos pensamentos… Na imaginação, tantas viagens distantes dali. Se fosse possível escutar o que pensam os viajantes… Assim, tão longe, perde-se de perceber o tão perto. Mas há tempos que os ônibus viraram palco de artistas. A expressão criativa se fez verbo ao seu lado e ninguém precisa negar estar onde está, para descobrir que não viaja sozinho. Desperte. Olhe em volta. Boa Viagem.

Sylvia Ficher, Andrey Rosenthal Schlee & Joana França – Guia De Obras De Oscar Niemeyer: Brasília 50 anos

Posted on Leave a commentPosted in Arquitetura, Fotografia, História, Urbanismo

obr

Os traços de Oscar Niemeyer desenharam retas e curvas no cenário fabuloso do cerrado brasileiro. A riqueza de suas obras pode ser vista e apreciada em vários pontos de Brasília. É arte aberta, democraticamente exposta a todos. Cidade-Arte, Brasília comporta o maior número de obras de nosso mais expressivo arquiteto. Emanam encantamento prédios como os do Congresso Nacional, com suas cúpulas arredondadas e a verticalidade de seus dois prédios centrais, num equilíbrio raro e elegante. A Casa do Povo é, sem dúvida, um dos pontos altos da arquitetura de Niemeyer. No cinquentenário da inauguração de Brasília, a Câmara dos Deputados celebra o autor dos traços que ajudaram a transformar a realidade do Brasil. A obra de Niemeyer criou novos parâmetros. Sua escala monumental é símbolo de um povo ousado, criativo. O Guia de obras de Oscar Niemeyer permite conduzir, pela cidade, o olhar de quem admira sua arquitetura. O Instituto dos Arquitetos do Brasil e a Câmara dos Deputados fazem, assim, grande homenagem ao publicar este Guia: reconhecimento e agradecimento ao maior arquiteto brasileiro de todos os tempos.

pdf