Ella Berthoud & Susan Elderkin – Farmácia Literária

Posted on Leave a commentPosted in Farmacologia, Literatura, Medicina, Psicologia, Saúde

Farmácia Literária – Lido no momento certo, um livro pode mudar sua vida. Farmácia Literária é um tributo a esse poder. Mais de 400 livros para curar males diversos, de depressão e dor de cabeça a coração partido.
Para escrever Farmácia Literária, as autoras viajaram por dois mil anos de literatura, selecionando livros que promovem felicidade, inspiração e sanidade, escritos por mentes brilhantes que nos mostram o que é ser humano e nos permitem identificação ou até mesmo catarse. (mais…)

Tania Maria Fernandes – Plantas Medicinais

Posted on Leave a commentPosted in Biologia, Direito, Farmacologia, História

Plantas Medicinais: Memória Da Ciência No Brasil – A história do campo disciplinar da pesquisa em plantas medicinais e suas inter-relações com a indústria farmacêutica nacional são aqui analisados com perspicácia e ousadia metodológica. Dentre os aspectos abordados, evidencia-se o voltado para compreender a constituição e o desenvolvimento da comunidade científica, investigado pela autora entre 1960 e 2002. Apresenta ainda oportuna discussão sobre a propriedade industrial e intelectual e a lei de patentes para produtos químico-farmacêuticos, e sua importância para a pesquisa atual brasileira. (mais…)

José Maurício Sforcin & Outros – Própolis E Geoprópolis

Posted on Leave a commentPosted in Agronomia, Biologia, Ecologia, Farmacologia, Medicina

As abelhas despertam curiosidade, admiração e respeito na humanidade há muito tempo e exerceram papel importante nas civilizações antigas. No Egito, havia a dança chamada “passo da abelha”. Na Grécia, eram valorizadas no comércio (uma das faces da moeda grega estampava uma abelha como símbolo de riqueza) e na literatura. Os romanos veneravam-nas como representação de defesa do território.
Elas atuam como agentes determinantes na polinização de muitas espécies vegetais e, desse modo, desempenham papel fundamental na preservação da diversidade de plantas floríferas e asseguram a produção mundial de alimentos. Atualmente, elas também têm importância econômica, pois são essenciais para a apicultura.
Neste livro, diversos especialistas apresentam novas investigações sobre o potencial biológico de dois importantes produtos dessa indústria: a própolis e a geoprópolis.
A própolis é um material resinoso, produzido por abelhas africanizadas e por abelhas sem ferrão (meliponíneos) e apresenta inúmeras propriedades biológicas. A geoprópolis é produzida por abelhas indígenas ou sem ferrão e é ainda pouco conhecida pela comunidade geral.
O leitor acadêmico ou leigo encontrará aqui reunidas informações sobre essas abelhas e atividades biológicas, efeitos colaterais, recomendações de uso, versões comerciais disponíveis e novas estratégias terapêuticas desses produtos.
Muitos trabalhos já foram desenvolvidos com a própolis produzida por abelhas africanizadas, mas nos últimos anos há grande interesse pela própolis e pela geoprópolis produzida por meliponíneos, o que possibilita novas investigações e maior conhecimento sobre o potencial biológico desses produtos.
Reunimos aqui informações sobre essas abelhas, as atividades biológicas da própolis e da geoprópolis evidenciadas cientificamente, possíveis efeitos colaterais, recomendações de uso de produtos disponíveis comercialmente e novas estratégias terapêuticas.
Esta obra abre perspectivas de trabalho sobre o tema, pois o conhecimento da ação da própolis e da geoprópolis pode levar à descoberta de novos fármacos importantes para a população, evidenciando a importância da pesquisa básica. Também tivemos o cuidado de apresentar as informações de modo a atingir não apenas a comunidade acadêmica, mas também o consumidor que carece e anseia por informações sobre a eficiência de produto apícola ou meliponícola.

Heloíse Meneses (Edit.) – Competências Para Inovar Na Indústria Farmacêutica Brasileira

Posted on Leave a commentPosted in Administração, Economia, Farmacologia

Este estudo apresenta uma avaliação do estágio de desenvolvimento produtivo e tecnológico alcançado pela Indústria Farmacêutica Brasileira (IFB), em especial de suas capacidades para inovar.
Para isso, foi desenvolvida uma metodologia de análise e um modelo descritivo de capacidades para inovar específico para a IFB, a partir da qual foi feito um levantamento. (mais…)

Bruno Conti & Outros – Potencial Da Própolis Para O Desenvolvimento De Novas Drogas

Posted on Leave a commentPosted in Agronomia, Ecologia, Enfermagem, Farmacologia, Medicina, Saúde

pot

O livro foi redigido com a finalidade de apresentar resultados de pesquisas sobre a própolis em áreas em que se pode vislumbrar, em um futuro próximo, uma droga à base deste apiterápico. Nele encontram-se informações sobre a composição química da própolis, suas ações imunomoduladora, antimicrobiana e antitumoral, bem como sobre úlceras, diabetes, alergias, rinites, asma e na área de Odontologia. A pesquisa é justificada pelo fato de a própolis estar atraindo cada vez mais o interesse não só dos pesquisadores, interessados em conhecer melhor seu potencial, mas também dos consumidores, devido aos benefícios apresentados por este produto apícola. Nos últimos anos, houve uma grande quantidade de artigos publicados sobre a própolis, visando elucidar suas propriedades biológicas e sua composição química. Muitas pesquisas foram realizadas in vitro, revelando importantes atividades do apiterápico, e muitos ensaios foram realizados in vivo, utilizando animais de experimentação. Entretanto, segundo os autores, há poucos dados publicados sobre o efeito da própolis em seres humanos, embora já estejam no mercado vários produtos que a empregam como base terapêutica.

epub

O site pede cadastro. É fácil, rápido e vale a pena.