Jean Genet – O Ateliê De Giacometti

O Ateliê De Giacometti – O escritor e dramaturgo francês Jean Genet, autor de As criadas, escreve sobre sua amizade com o escultor suíço Alberto Giacometti, reproduzindo conversas e buscando compreender uma das mais importantes obras escultóricas do século XX, que reflete o mal-estar espiritual europeu do pós-guerra.
Jean Genet foi um escritor dos mais peculiares. Seu texto é resultado do confronto entre uma forma bem escrita, muitas vezes rebuscada e floreada, e um conteúdo embrutecido, marginal. Continuar lendo

Belmonte – Ideias De João Ninguém

Ideias De João Ninguém – Benedito Carneiro Bastos Barreto, ou melhor, Belmonte, pseudônimo que adotou por que, como noticia o bom amigo Abrahão, tinha em seu nome “Bs aos Montes” merece ter sua obra conhecida pelas novas gerações a mais de um título.
Tivesse sido “apenas” o primeiro ilustrador dos livros infantis de Monteiro Lobato, um dos maiores chargistas e jornalistas brasileiros, já mereceria lembrança.
Mais não fosse, ainda, pelo simples fato de uma criação sua, o Juca Pato, simbolizar hoje um dos maiores prêmios atribuídos a escritores no Brasil. Continuar lendo

Damodar Gujarati & Dawn C. Porter – Econometria Básica

Econometria Básica – Conceituada na área, esta obra ensina econometria de maneira intuitiva e informativa, com abordagem didática de álgebra matricial, cálculo e estatística. Esta quinta edição mantém a tradição de combinar os fundamentos da econometria com as pesquisas mais recentes, priorizando o uso de casos reais e incluindo novos exemplos ilustrativos e exercícios.
A primeira edição de Econometria Básica foi publicada há 30 anos. Ao longo desse período, ocorreram avanços na teoria e na prática da econometria. Em cada uma das edições subsequentes, procurei incorporar os principais avanços nesta disciplina. A quinta edição manteve essa tradição. Continuar lendo

Carmen L. Oliveira – Flores Raras E Banalíssimas

Em Flores Raras E Banalíssimas, Carmen L. Oliveira conta a relação de Elizabeth Bishop e Maria Carlota Costallat de Macedo Soares (Lota) e a criação do Parque do Flamengo. O livro focaliza Lota e as figuras que junto com ela construíram a história do Rio de Janeiro e do Brasil. A obra apresenta trechos da história do país – as discussões de Lota com o governador Carlos Lacerda, a briga com o arquiteto Sérgio Bernardes, a rivalidade com Burle Marx, a presença de Manuel Bandeira, Clarice Lispector, Portinari, Carlos Scliar, Rachel de Queiroz e Carlos Drummond de Andrade. Continuar lendo

Cláudia Maria Ceneviva Nigro & Márcio Scheel (Orgs.) – Entre Palavras E Imagens

Entre Palavras E Imagens – Tratar das relações entre literatura, cinema e outras artes, sobretudo as de natureza pictórica, coloca, de imediato, o problema de que, mais do que códigos ou linguagens distintas, estamos diante de maneiras diferentes de conceber o mundo ficcional, de criar e pôr em circulação a força irreprimível das imagens.
Toda arte depende das paixões e dos afetos que mobiliza. A literatura, fundada na palavra, solicita do leitor a paixão intelectual, esse misto de prazer sensível e de trabalho ativo do pensamento, que se coloca nos interstícios do texto, movendo-se, de forma incerta e vacilante, em meio à ambiguidade, às lacunas e aos sentidos velados que as palavras encerram.
No cinema, por sua vez, o que está em causa é a entrega incondicional às imagens, o prazer de se deixar seduzir por narrativas em movimento, por esse mundo que se descortina, plástico e vivo, diante de nossos olhos. Diante do cinema, a paixão é fundamentalmente sensorial, imediata, urgente, já que se faz impossível ao pensamento, no escuro da sala de projeção, deter-se sobre as imagens e coincidir com elas. Continuar lendo