Contos De Humor – Organizado por Augusto Pessôa, Contos De Humor reúne textos que traçam um painel da sociedade carioca do final do século XIX e início do XX, através da observação perspicaz, da verve cômica e da pena afiada de Artur Azevedo. Maranhense radicado no Rio de Janeiro, o autor escreveu crônicas, contos e peças de teatro que logo caíram no gosto popular, tornando-se um dos principais representantes do humor genuinamente carioca, aquela deliciosa capacidade de fazer troça da realidade e “transformar o cotidiano em pura comicidade”, como destaca Augusto Pessôa na apresentação do livro.
De fato, nos textos reunidos em Contos De Humor, Artur Azevedo transforma em humor flagrantes do cotidiano da cidade maravilhosa, muitas vezes nem tão maravilhosos assim… São histórias que envolvem amores ilícitos, escandalosos, ambição, alpinismo social, traições, hipocrisia, enfim, todos os aspectos da vida social de uma cidade em ebulição. Tudo isso costurado com uma escrita ágil e alinhavado com diálogos vivos.
Dessa enorme colcha de retalhos, surge um vigoroso painel em que se encontram as várias faces da realidade carioca, daí a importância também histórica da obra. Afinal, como lembra Augusto Pessôa, “para muitos pensadores, os comediógrafos e humoristas são retratistas fiéis de seu tempo”
No ano em que se comemora o centenário de morte de Artur Azevedo, Contos De Humor é uma homenagem ao escritor das comédias de costumes que tão bem retratam a alma carioca e os meandros da nossa história, e uma oportunidade para os jovens se familiarizarem com a obra deste que é um dos grandes autores da literatura brasileira do século XIX, aprenderem com ela e darem boas risadas.
Uma radiografia bem-humorada da sociedade carioca, seus costumes, tipos e situações na virada do século XIX para o XX. Contos De Humor traz para o público adolescente todo olhar afiado sobre a sociedade mais a impagável verve cômica deste grande escritor, um dos mais populares de sua época. Contos De Humor apresenta aos jovens leitores a prosa ágil, divertida e irônica de um dos grandes mestres da língua portuguesa. Histórias de amores ilícitos, escandalosos, ambição, alpinismo social para serem lidos com um sorriso nos lábios.

Camisa “Espere Eu Acabar Esse Capítulo!”

Deixe uma resposta