andrejoao_culturaopulencia

Ao ser publicado pela primeira vez, em 1711, em Lisboa, este importante livro já foi considerado uma obra extraordinária sobre o Brasil: correta, precisa… e perigosa. Proibida, confiscada e destruída quase totalmente, os poucos exemplares que se salvaram é que permitiram novas edições através dos anos que se seguiram. João Antônio Andreoni, mais conhecido como Antonil, traça um estudo precioso sobre os recursos econômicos brasileiros dos séculos XVII e XVIII, com um apanhado completo das condições das principais indústrias da colônia: a da cana-de-açúcar, no Norte e Nordeste, e a da mineração do ouro, em Minas Gerais.

pdf

Deixe uma resposta