Mircea Eliade – O Sagrado E O Profano

Posted on Posted in Ciências Sociais, Filosofia, História, Psicologia, Religião

O Sagrado E O Profano – Este ensaio foi escrito para a coleção de livros de bolso que constituíam a Enciclopédia Alemã Rowohlt. Isso significa que se trata de uma obra concebida e redigida para o grande público, como uma introdução geral ao estudo fenomenológico e histórico dos fatos religiosos. O autor estuda a situação do homem em um mundo saturado de valores religiosos. É uma introdução à história das religiões, um balanço dos nossos conhecimentos nesse campo.
Obra que se tornou fundamental para o estudo do comportamento geral do homem e imprescindível para a antropologia filosófica, a fenomenologia e a psicologia, O Sagrado E O Profano, de Mircea Eliade, ocupa-se desse fenômeno capital que é o da forma como o homem religioso se esforça por manter o máximo de tempo possível num Universo sagrado e, por conseguinte, como é que se apresenta a sua experiência total de vida em relação à experiência do homem privado de sentimento religioso, do homem que vive, ou deseja viver num mundo des-sacralizado.
O leitor não tardará a dar-se conta de que, para a consciência moderna, um ato fisiológico – a alimentação, a sexualidade, etc. – não é em suma, mais do que um fenômeno orgânico, qualquer que seja o número de tabus que o embaraça ainda. Mas para o primitivo, um tal ato não é simplesmente fisiológico; é, ou pode tornar-se, um “sacramento”, quer dizer, uma comunhão com o sagrado. Tal a natureza de O Sagrado E O Profano, uma clara contribuição para o esclarecimento e discussão de alguns problemas fundamentais para a compreensão de conceitos básicos da cultura.

Mircea Eliade (1907 – 1986) nasceu em Bucareste, Roménia, onde realizou os seus primeiros estudos universitários. Após terminar a licenciatura em filosofia partiu para a Índia. Lá estudou sânscrito e as Filosofias do Sudeste Asiático sob a orientação de Surendranath Dasgupta, Professor Emérito da Universidade de Calcutá e um dos mais distinguidos pensadores da época.
As suas pesquisas na Índia não se restringiram aos recintos acadêmicos, percorreu e residiu por longos períodos nos ashrams mais importantes da região do Ganges. A documentação colhida especialmente a respeito do Yoga, tornou-se a sua tese de doutoramento, publicada em francês em 1936.
A partir de então, Mircea Eliade adquire renome como professor de História das Religiões, sendo convidado para lecionar na Universidade de Bucareste, na École des Hautes Études de la Sorbonne, Institut Jung de Zurique e finalmente, na Universidade de Chicago. Entre os seus numerosos escritos destacamos O Mito do Eterno Retorno, Tratado da História das Religiões e este O Sagrado E O Profano.

Camisa Abraço De Livro

Deixe uma resposta