Lima Barreto – Impressões De Leitura E Outros Textos Críticos

Posted on Posted in Literatura, Literatura Brasileira

Impressões De Leitura E Outros Textos Críticos – Consagrado por seus romances e contos além de renomado autor de crônicas sobre o Rio de Janeiro e seu subúrbio, Lima Barreto ainda é pouco lembrado pela atividade que empreendeu como crítico e agitador literário.
Os textos reunidos em Impressões De Leitura E Outros Textos Críticos, com organização e apresentação de Beatriz Resende, vêm suprir essa lacuna. Agregando uma nova seleção à coletânea clássica organizada por Francisco de Assis Barbosa com a colaboração de Antônio Houaiss e Manuel Cavalcanti Proença, Impressões De Leitura E Outros Textos Críticos apresenta os ensaios publicados em jornais ou revistas, assim como em cartas, especialmente as dirigidas a escritores iniciantes. Com prefácio de Lilia Moriz Schwarcz, este livro apresenta tanto o crítico contumaz quanto o leitor atento, casado com a literatura e comprometido com princípios estéticos e éticos.
Os textos aqui reunidos mostram Lima Barreto como o autor comprometido com princípios estéticos e éticos que bem define, mas também o leitor atento e o crítico literário que apenas em duas oportunidades se utiliza de um formato mais próximo da crítica literária — na conferência e na apresentação de Floreal, a revista que criou com outros companheiros. O exercício de sua crítica se dá em ensaios publicados em jornais ou revistas, com a liberdade que o gênero permite, ou — na falta de oportunidade de uma escrita pública — movido pelo desejo de uma observação mais pessoal, em cartas, especialmente as dirigidas a escritores iniciantes.
Por reconhecer a importância de alguns momentos da correspondência ou de textos apresentados como crônicas, para a formulação do que entendia por crítica literária, juntei outra seleção à coletânea preparada por Francisco de Assis Barbosa, com a colaboração de Antônio Houaiss e M. Cavalcanti Proença, organizadores das Obras de Lima Barreto.
O formato de ensaio que seus escritos sobre obras e autores tomam favorece a originalidade, o tom opinativo e mesmo pessoal de suas avaliações, incentivos, ou fortes reprimendas e acusações. A escrita é agradável, permite-se confidências e humor, um assunto puxa outro, um autor incentivado opõe-se a um terceiro duramente censurado. A amizade pelo resenhado pode ser pública porque o texto nunca é movido pela estrutura do favor. Lima não deve nada a ninguém, nem prestígio, nem emprego, nem adornos vaidosos. Ou melhor, deve sempre algum dinheiro pequeno, necessidade que as mordidas nos amigos aliviam.

Camisa Árvore Do Conhecimento

Deixe uma resposta