Carl Gustav Jung – A Natureza Da Psique

Posted on Posted in Pedagogia, Psicologia

A Natureza Da Psique – Importante coletânea de artigos que tratam da fundamentação teórica da psicologia de Jung: instintos, arquétipo e imagem arquetípica, concepção do mundo, complexos, função transcendente, personalidade e morte são alguns dos temas desenvolvidos. A Natureza Da Psique é essencialmente um compêndio dos fundamentos teóricos da Psicologia Analítica que data do tempo em que Jung e Freud se separaram. Aqui, Jung apresenta os resultados de suas pesquisas e nas colocações.
Jung desenvolveu sua teoria observando o seu próprio universo interior, o qual ele expressa claramente em sua autobiografia “Memórias, Sonhos e Reflexões” (1963). Profundamente interessado em Mitologia, Psicologia e Religião, Jung questionava os dogmas protestantes, e consequentemente entrava em conflito com seu pai, um pastor fervoroso, cuja fé incondicional o filho não compreendia. Este fato motivá-lo-ia a se aprofundar nos estudos religiosos e a tentar aliar religião e ciência, o que culminou na sua formação em Psiquiatria, a qual unia a natureza (ciência) e a alma (psique).

Jung nasceu na Suiça, em 1875. Psiquiatra de formação, iniciou sua carreira profissional em Zurique, onde conduzia o tratamento de pacientes esquizofrênicos. Jung foi talvez o discípulo mais proeminente de Freud e ativo colaborador no início da psicanálise. Ele pesquisou e desenvolveu conceitos fundamentais como o de “associação” e “complexo”, sendo que este último foi tomado emprestado por Freud para batizar o famoso “Complexo de Édipo”.
Ousado, criou técnicas inovadoras, dentre elas o “teste das associações”, buscando identificar os conteúdos psíquicos ligados a complexos. O teste foi o embrião do polígrafo, mais conhecido como detector de mentiras. Aos poucos, foi imprimindo cada vez mais sua marca nas teorizações, desgarrando-se de Freud. Jung debruçou-se sobre o estudo da mitologia, de povos não-ocidentais e produções culturais diversas, o que lhe permitiu pensar os substratos coletivos/arquetípicos presentes no inconsciente.
A Psicologia Analítica por ele fundada mantém muitos seguidores ao redor do mundo, que continuam a utilizar e desenvolver as ideias de Jung. No Brasil, ele teve uma discípula de renome: Nise da Silveira, reconhecida até hoje por introduzir a arte como ferramenta terapêutica em saúde mental.

Camisa Bicicleta

Deixe uma resposta