Ana De Santana – À Unha

Posted on Posted in Poesia

À Unha – Com quantas unhas se faz a poesia? Para a escritora Ana de Santana, se faz com a unha que defende o feminismo e expõe a homofobia, o racismo, o machismo. E é em sintonia com estes e outros temas cada vez mais evidentes no cenário atual do Brasil que a seridoense publicará seu mais novo livro: À Unha.
À Unha, quinto livro escrito por Ana de Santana, reúne 43 poesias que cavam, escrevem, matam à unha temas espinhosos, mas que precisam ser discutidos. Embora o feminismo seja a temática mais evidente na publicação, há outros tipos de luta com os quais os textos dialogam. “Nesse livro, apresento uma poesia que procura dialogar com sujeitos historicamente marginalizados, como mulher, LGBT, negro. Quem dera seja uma poesia datada, pois tudo que desejamos é que logo tenhamos outra experiência humana e que exclusão seja coisa do passado”, ressalta a escritora.
A “rua virtual”, ou seja, os constantes e exponencialmente crescentes movimentos sociais online, foi a faísca que acendeu em Ana de Santana o desejo de publicar À Unha. Para a escritora, era preciso gritar contra o fascismo evidente em uma plataforma na qual os usuários se sentem à vontade para digitar o que pensam, ainda que infrinjam leis do mundo offline. “À medida que os movimentos de rua e as postagens no Facebook foram ganhando dimensões inimagináveis, fui me sentindo tomada pelo grito que ecoava nas ruas físicas e virtuais. O submundo do fascismo se expôs à luz do sol. Eu precisava gritar com quem se opõe ao retrocesso, precisava estar ao lado, principalmente, das mulheres, e a forma que me sinto mais à vontade para fazê-lo é com a poesia”, explica.

Ana de Santana é natural de Caicó/RN. É formada em Letras pela UFRN, onde também fez mestrado e doutorado em Literatura Comparada. Atualmente, é professora do Centro de Educação da universidade e membro correspondente da Academia Maranhense de Letras. Ana já publicou dois livros de poesia (Danaides e Em nome da pele) e dois de análise literária (Por uma poética do falanjo e A nação guesa de Sousândrade), além de outras publicações e artigos de periódicos científicos.

Faça uma doação para a Biblioteca Livr’Andante

e ganhe esta camisa ou escolha outros dos

nossos brindes.

Deixe uma resposta