Eneida Desiree Salgado & Outras (Orgs.) – Mulheres Por Mulheres

Posted on Posted in Ciências Sociais, Direito

Mulheres Por Mulheres: Memórias Do I Encontro De Pesquisa Por/De/Sobre Mulheres – A democracia constitui o governo do povo. Embora seja um vocábulo polissêmico, pode-se dizer que ele tem uma certa modulação em conformidade com sua época. Se, por exemplo, para os gregos a democracia representava o governo do povo, excluindo-se escravos e mulheres, pode-se dizer que hoje em dia a democracia constitui um regime político que preconiza a participação da mulher. Primeiro, porque ela já é uma verdade normativa em muitos países.
Ademais disso, porque os teóricos democráticos contemporâneos não deixam dúvidas quanto a essa assertiva. Todavia, sabe-se que existe um déficit de representação política de mulheres. Essa situação não é exclusiva do Brasil, mas retrata o perfil mundial de uma hegemonia masculina na política.
Esse panorama vem se modificando lentamente. Mas, ainda assim, não são raros os casos de mulheres que ingressam na política apenas para cumprir uma exigência formal, ou para sustentar candidaturas masculinas.
As diferenças de tratamento em virtude de gênero atravessam todos os campos. O pagamento de salários menores para mulheres, o número reduzido de mulheres em posições de poder, a abordagem jornalística sobre políticas e políticos, a forma como a publicidade vende a mulher e para a mulher, a invisibilidade de mulheres na academia.
A luta por igualdade tem conseguido avanços, mas também tem enfrentado reações que ameaçam implementar ainda mais restrições à liberdade e à autonomia dessa maioria oprimida. Várias táticas de enfrentamento estão sendo colocadas em prática. Organizações mundiais e locais discutem campanhas e propostas de legislação, redes de mulheres se formam, políticas são implementadas.
Há muito o que fazer, e muito tem sido feito. Mulheres Por Mulheres traz contribuições de professoras que participaram das mesas, artigos desenvolvidos a partir da exposições e resumos. Há teoria feminista, há questões de direito penal, há debates sobre representação e representatividade, há abordagens desde as políticas públicas.

Faça uma doação para a Biblioteca Livr’Andante

e ganhe esta camisa ou escolha outros dos

nossos brindes.

Deixe uma resposta