Pierre Bourdieu – Contrafogos

Posted on Posted in Ciências Sociais

Contrafogos – Considerado um dos intelectuais franceses mais influentes e polêmicos, o sociólogo Pierre Bourdieu reuniu nesse livro artigos, discursos e entrevistas que retratam de maneira inequívoca suas ideias e propostas atuais.
Voz dissonante do chamado “pensamento único”, o autor investe contra o mercado livre, a ditadura da mídia, o FMI, além de responder a críticos e a desafetos. Seja discursando a favor de grevistas ou esclarecendo sua postura diante da dominação dos meios de comunicação – uma entrevista ao jornal O Globo incluída nessa seleção retoma a controvérsia provocada pela publicação de Sobre a Televisão, Bourdieu mostra toda a pujança e indignação de seu pensamento.

Decidi reunir estes textos, em grande parte inéditos, para publicação porque tenho a impressão de que os perigos contra os quais foram acesos os contrafogos cujos efeitos eles queriam perpetuar não são nem pontuais nem ocasionais. Também porque estas declarações, mais expostas às discordâncias lidadas à diversidade das circunstâncias do que os textos metodicamente controlados, ainda poderão fornecer armas úteis a todos aqueles que tentam resistir ao flagelo neoliberal.*
Não tenho muita inclinação para intervenções proféticas e sempre desconfiei das ocasiões em que poderia ser levado pela situação ou pelas solidariedades a ir além dos limites de minha competência. Eu não teria pois assumido posições públicas se não tivesse, a cada vez, a impressão talvez ilusória de ser obrigado a isso por uma espécie de cólera legítima, próxima às vezes de algo como um sentimento do dever.
O ideal do intelectual coletivo, ao qual tentei me adaptar sempre que conseguia me identificar com outros sobre este ou aquele ponto particular, nem sempre é fácil de realizar. E se fui obrigado, para ser eficiente, a me comprometer às vezes pessoalmente e em nome próprio, sempre o fiz com a esperança, se não de desencadear uma mobilização ou até um desses debates sem objeto nem sujeito que surgem periodicamente no universo da mídia, pelo menos de romper a aparência de unanimidade que constitui o essencial da força simbólica do discurso dominante.

Faça uma doação para a Biblioteca Livr’Andante

e ganhe esta camisa ou escolha outros dos

nossos brindes.

Deixe uma resposta