Jorge Bastos Moreno – A História De Mora: A Saga De Ulysses Guimarães

Posted on Posted in Biografia, Ciências Sociais, História

A História De Mora: A Saga De Ulysses Guimarães engloba uma série de episódios ocorridos em torno de um ícone da política brasileira no século 20: Ulysses Guimarães. Figura central no processo de democratização do país, no livro do jornalista Jorge Bastos Moreno os fatos decisivos e trágicos da trajetória do deputado e constituinte são contados por um narrador especial, que a tudo vê com olhos de esposa, dona Ida Maiani de Almeida, carinhosamente apelidada de Mora.
A visão feminina faz toda a diferença. No meio de uma às vezes terrível luta política entre homens, A História De Mora: A Saga De Ulysses Guimarães apresenta um olhar marginal no melhor sentido do termo, um olhar cheio de afeto e sentimento, mas também perspicaz como só uma mulher sabe ser.
Ou, nas palavras do antropólogo Roberto DaMatta, que assina a introdução da obra, “Mora observava tudo tirando dos fatos a sua participação como um ator fora do proscênio e, com isso, filtrava e desvestia os acontecimentos da aura da sacralidade e segredo que tipificam o mundo político, no caso do Brasil e o mundo em geral”.
Com mais de 35 anos de carreira, Jorge Bastos Moreno é um dos experientes jornalistas políticos do país. Dono de estilo informal, interessou-se em conhecer a vida do casal Ulysses e Mora depois de uma longa viagem que fez pela Ásia e Europa na companhia dos dois, como enviado do jornal O Globo.
Sem pretensões a biografia, A História De Mora: A Saga De Ulysses Guimarães nasceu, segundo o autor, de uma única aspiração: contar as histórias da vida de um dos mais importantes políticos brasileiros. Em especial, a saga da sua candidatura à Presidência da República, em 1989, e a determinação de Mora em enfrentar a maioria dos governadores do país, todos do PMDB, para impor o nome do marido. “Dizem que acabei mudando a história do país ao enfrentar 20 ou mais governadores que tentavam impedir a candidatura de Ulysses Guimarães, na primeira eleição direta pós-ditadura. Ou seja, barrar o sonho de uma vida inteira”, conta Mora, em primeira pessoa, no depoimento ao jornalista.
Em todos os seus 50 capítulos, A História De Mora: A Saga De Ulysses Guimarães segue sempre em tom de conversa agradável, mesmo ao tocar nos temas mais espinhosos, como a relação do deputado com os generais-presidentes do regime militar: “Gente, o antimilitarismo de Ulysses é que sempre atrapalhou sua vida. Meu marido nunca gostou dos militares, no que, aliás, sempre foi muito bem correspondido. Se Figueiredo não queria dar posse a Sarney por motivos cosméticos da ditadura, os militares nunca aceitariam meu marido na Presidência da República. Numa das comemorações do 31 de Março, meu marido divulgou nota comparando o general Geisel a Idi Amin Dada, provocando enorme crise.”

Faça uma doação para a Biblioteca Livr’Andante

e ganhe esta camisa ou escolha outros dos

nossos brindes.

Deixe uma resposta