Kazuo Ishiguro – Os Vestígios Do Dia

Posted on Posted in Literatura Estrangeira

Em Os Vestígios Do Dia, do ganhador do prêmio Nobel de Literatura de 2017, o mordomo Stevens, já próximo da velhice, rememora as três décadas dedicadas à casa de um distinto nobre britânico, lord Darlington, hoje ocupada por um milionário norte-americano. Por insistência do novo patrão, Stevens sai de férias em viagem pelo interior da Inglaterra.
Após a transação, a criadagem foi reduzida para quatro pessoas, muito poucas para tanto trabalho. Com a possibilidade de contratar outra pessoa, Stevens decide fazer a viagem e visitar Miss Kenton, a quem acredita, por causa de uma carta, estar ansiosa para retornar à mansão, onde trabalhou como governanta antes de se casar, e que agora mora em outro local.
Ele embarca na viagem, admirando a paisagem inglesa, ao expor considerações sobre sua profissão, lembrando seu pai, também um mordomo, e lembra o momento em que a senhorita Kenton trabalhava em Darlington Hall.
Naquela época, realizara-se nesta mansão uma reunião não oficial de personalidades influentes para tentar mitigar certos aspectos do Tratado de Versalhes, que após a I Grande Guerra dominou a Alemanha derrotada, na opinião de Lord Darlington. Durante esta reunião o pai de Stevens morreu, por causa da sua idade avançada, quando trabalhava na mansão como assistente do seu filho.
Depois de vários dias de viagem, Stevens chega à cidade onde vive a senhorita Kenton, agora sra. Benn. Lá, ele se encontra com ela e depois de algumas horas de conversa, descobre que voltou ao marido e percebeu que não tinha intenção de voltar a trabalhar como governanta na mansão Darlington Hall, e que esta fora apenas uma dedução errada da sua parte.
Stevens também descobre que ela se casara com o Sr. Benn mais para irritá-lo do que por amor verdadeiro, pois ela estava secretamente apaixonada por si. Mas ao longo do tempo ela veio a amar o seu marido, e agora a sua filha está prestes a se tornar mãe. Com a despedida, termina a viagem de Stevens.
Kazuo Ishiguro nasceu em Nagasaki, no Japão, em 1954, e mudou-se para a Inglaterra aos cinco anos. Ganhou o prêmio Nobel de Literatura em 2017. É autor de sete livros, entre eles Os Vestígios Do Dia, vencedor do Booker Prize, e Não me abandone jamais, ambos com aclamadas adaptações para o cinema.

Faça uma doação para a Biblioteca Livr’Andante

e ganhe esta camisa ou escolha outros dos

nossos brindes.

Deixe uma resposta