O Apanhador No Campo De Centeio narra um fim-de-semana na vida de Holden Caulfield, jovem de 16 anos vindo de uma família abastada de Nova York. Holden, estudante de um reputado internato para rapazes, volta para casa mais cedo no inverno depois de ter recebido más notas em quase todas as matérias e ter sido expulso.
No regresso a casa, decide fazer um périplo adiando assim o confronto com a família. Holden vai refletindo sobre a sua curta vida, repassa sua peculiar visão de mundo e tenta definir alguma diretriz para seu futuro.
Antes de enfrentar os pais, procura algumas pessoas importantes para si (um professor, uma antiga namorada, a sua irmãzinha) e tenta explicar-lhes a confusão que passa pela sua cabeça. Foi este livro que criou a cultura-jovem, pois na época em que foi escrito, a adolescência era apenas considerada uma passagem entre a juventudade e a fase adulta, que não tinha importância.
Mas O Apanhador No Campo De Centeio mostrou o valor da adolescência, mostrando como os adolescentes pensam.
Como Salinger usou gírias e palavrões em seu texto e discutiu sexualidade adolescente de uma forma complexa e aberta, muitos leitores se sentiram ofendidos, e o livro provocou grande controvérsia. Alguns críticos argumentaram que a obra não era literatura séria, citando o seu tom casual e informal como prova.
O Apanhador No Campo De Centeio foi e continua a ser banido em algumas comunidades dos EUA e, consequentemente, foi atirado para o centro dos debates sobre direitos da Primeira Emenda, censura e obscenidade na literatura.
Embora controversa, a novela apelou para um grande número de leitores. Foi um best-seller popular e sucesso de crítica geral. A escrita de Salinger parecia tocar nas emoções dos leitores de uma forma sem precedentes. Como a contestação cultural começou a crescer durante os anos 1950 e 1960, O Apanhador No Campo De Centeio foi frequentemente interpretado como um conto de alienação de um indivíduo dentro de um mundo sem coração.
Holden parecia estar para os jovens em todos os lugares, que se sentiam rodeados de todos os lados por pressões para crescerem e viverem suas vidas de acordo com as regras, e a restringir suas próprias personalidades em conformidade a uma norma cultural. Muitos leitores viram Holden Caulfield como um símbolo da pura individualidade irrestrita em face da opressão cultural.

   

 

 

Faça uma doação para a Biblioteca Livr’Andante

e ganhe esta camisa ou escolha outros dos

nossos brindes.

 

Deixe uma resposta