Bernardo Sorj – Vai Embora Da Casa De Teus Pais

Posted on Posted in Biografia

Como encontros inesperados, relacionamentos que fracassam e ideologias políticas podem mudar a vida de um jovem judeu nascido no Uruguai, marcado por um lar pobre, um pai traumatizado pela perda de parentes no Holocausto e uma mãe frustrada pelo declínio social da família?
Em Vai Embora Da Casa De Teus Pais, Bernardo Sorj narra aventuras pessoais e coletivas e reflete sobre as ilusões, os equívocos e os acertos de uma época na qual os jovens acreditavam ser possível uma transformação radical da sociedade.
Respondendo ao Gênesis XII, à epígrafe à narrativa ‒ “… vai-te (para ti mesmo) de tua terra, de teu ambiente natal e da casa de teu pai…”‒, o autor se foi, da casa do seu pai, no Uruguai, onde nasceu, para uma vida de peregrinação entre o Uruguai, Israel e a Europa para se estabelecer, ao fim, no Brasil.
O relato, em primeira pessoa, descreve as origens, as viagens, os estudos do autor que, à altura desta escrita, é diretor do Centro Edelstein de Pesquisas Sociais e também professor titular de sociologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro.
Seu périplo pelo mundo não é contado como simples descrição de alguém entrando ou saindo de um país, mas sim como uma visão maior do contexto social e político onde suas viagens e estadas se inseriram e suas reflexões amadureceram.
Mais ainda: seus esforços em se manter politicamente coerente com seus valores, suas amizades e suas inimizades, tudo o que veio a constituir episódios de relatividade histórica e também pessoal está incluído nesta autobiografia.
Cada um dos nove capítulos de Vai Embora Da Casa De Teus Pais está intitulado de acordo com o nome do país, da cidade ou região nele descrito. No primeiro, “Regensburg-Alemanha”, Sorj comenta um acidente que sofreu naquele país em 1968, quando a caminho para Israel, como mochileiro.
Teve de passar por cirurgias e internação num hospital alemão. Com apenas 19 anos, o autor já tinha plena consciência do paradoxal fenômeno de, como judeu, ser tratado num hospital germânico. É este o tom que se encontra no decorrer da narrativa: um acidente ou um incidente desencadeia uma série de reflexões, em que o autor relata sua própria experiência e a insere num quadro histórico, político e social.

   

 

 

Faça uma doação para a Biblioteca Livr’Andante

e ganhe esta camisa ou escolha outros dos

nossos brindes.

Deixe uma resposta