Marina Morais & Rafael Rioja (Orgs.) – Mais Que Receitas, Comida De Verdade

Posted on Posted in Culinária, Nutrição

Nova edição do Mais que Receitas! Mais um livro de receitas?
Sim! Mas este não é um livro de receitas como todos os demais. Nesta edição fomos fundo na visão de que a cozinha não é um fim e sim um meio – meio para logicamente comermos melhor, mas também, resgatarmos uma ferramenta muito básica de auto cuidado e expressão do nosso patrimônio individual e coletivo.
Mas, talvez, a maior qualidade deste livro, seja que as deliciosas receitas, reunidas por um movimento virtuoso de cooperação entre muitos participantes da nossa rede, estão apresentadas em diálogo com as etapas do sistema alimentar, desde a mão (ou máquina) que coloca a semente (criola) na terra rica de vida; aos olhos atentos que andam pelas cidades e reconhecem naquela folha verde, que cisma em crescer no cimento, um sabor antigo que grande parte de nós desconhece; à marmita que vai para o trabalho; às cascas que irão enriquecer a terra de um pequeno vaso de tempero na janela.
O processo de concepção deste livro foi criativo como o próprio processo de semear, colher e preparar o alimento. Com ele esperamos contribuir com a consciência e a prática de que a nossa comida é a expressão do mundo e modo de viver que acreditamos.
Colocar atenção e intenção neste ato tão corriqueiro vai ajudar a transformar as relações individuais, familiares e sociais envolvidas. Cozinha não é coisa de mulher, homem, pobre, rico, cozinheira ou chef. Cozinha é lugar de todo mundo, no fogão e na pia. Não temos tempo? Não temos dinheiro suficiente? Não sabemos preparar? Se todos aprenderem, dividirem o trabalho, se demandarmos mercados locais onde os produtores possam vender diretamente o que produzem tudo fica mais fácil, mais ágil, mais barato, mais sustentável, mais gerador de vida e equidade.
Em tempos em que a comida de verdade é bandeira para tantos e adquiriu inúmeros sentidos, nem sempre coerentes, nos desafiamos a contribuir com a comida de verdade na qual acreditamos e pela qual trabalhamos.
Aquela que está expressa no Manifesto à Sociedade Brasileira da 5ª Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional… Comida de verdade protege o patrimônio cultural e genético, reconhece a memória, a estética, os saberes, os sabores, os fazeres e os falares, as identidades e os ritos envolvidos, as tecnologias autóctones e suas inovações…. É produzida em condições dignas de trabalho. É socialmente justa. Comida de verdade não está sujeita aos interesses de mercado…Comida de verdade reconhece o protagonismo da mulher, respeita os princípios da integralidade, universalidade e equidade. Não mata nem por conflito nem por veneno. É aquela que erradica a fome e promove a alimentação saudável, conserva a natureza, promove saúde e a paz entre os povos.

Deixe uma resposta