Margareth Rago – Foucault, História E Anarquismo

Posted on Leave a commentPosted in Ciências Sociais, Filosofia

Frequentemente, ouvimos os “foucaultianos” questionarem os possíveis vínculos entre Foucault e os anarquistas, afirmando que o filósofo jamais se disse anarquista, que recusava qualquer forma de territorialização sedentarizante e que, ademais, nunca se afiliou aos grupos anarquistas contemporâneos.
Vários autores anarquistas, por outro lado, enxergam um Foucault profundamente libertário e ademais, propõem pensar o pós-estruturalismo como sendo “uma forma contemporânea de anarquismo”. (mais…)

Elizabeth M. Dos Santos Schmidt & Eliana Maria Nicolini Gabriel – Escola Do Meio Ambiente Com Vida

Posted on Leave a commentPosted in Ecologia, Educação

Escola Do Meio Ambiente Com Vida reúne o material destinado às crianças dos primeiros anos do ensino fundamental. A Escola do Meio Ambiente (EMA) está situada numa área composta por cerrado, floresta estacional semidecidual, mata paludosa e floresta implantada de eucalipto, abrigando nascentes e a represa abastecida pelo Ribeirão Lavapés, que atravessa a zona urbana de Botucatu.
A partir de investigações realizadas em conjunto com a escola, foram sendo obtidos dados sobre animais silvestres que frequentam as matas e as suas trilhas, por meio de visualização, vestígios, pelos seus rastros, além de imagens obtidas de câmeras fotográficas colocadas em diferentes locais no período noturno. (mais…)

Sêneca – Sobre A Brevidade Da Vida

Posted on Leave a commentPosted in Filosofia

Sobre A Brevidade Da Vida é a obra mais difundida do filósofo Lúcio Anneo Sêneca (4 a.C.? – 65 d.C.) e um dos textos mais conhecidos de toda a Antigüidade latina. São cartas dirigidas a Paulino (cuja identidade é controversa), nas quais o sábio discorre sobre a natureza finita da vida humana.
São desenvolvidos temas como aprendizagem, amizade, livros e a morte, e, no correr das páginas, vão sendo apresentadas maneiras de prolongar a vida e livrá-la de mil futilidades que a perturbam sem, no entanto, enriquecê-la. Escritas há quase dois mil anos, estas cartas compõem uma leitura inspiradora para todos os homens, a quem ajudam a avaliar o que é uma vida plenamente vivida. (mais…)

Gustavo Henrique Dionisio – O Antídoto Do Mal

Posted on Leave a commentPosted in Artes, Psicologia

O Antídoto Do Mal – Em meados da década de 1940, a psiquiatra Nise da Silveira organizou ateliês de pintura e modelagem com os pacientes do Centro Psiquiátrico Pedro II. A produção desses ateliês – hoje acervo do Museu de Imagens do Inconsciente – chamou a atenção de cientistas e intelectuais da época.
O interesse suscitado pelas obras não se restringia à sua utilidade no tratamento psiquiátrico: elas também exemplificavam um novo conceito de qualidade estética e, ainda, assumiam papel central num debate político mais amplo, sobre o lugar do louco e da loucura na sociedade. (mais…)