A pesquisa sobre decisão comportamental se desenvolveu consideravelmente nos últimos vinte e cinco anos e agora fornece considerável percepção ao comportamento gerencial.
Ao nos depararmos com uma decisão, acreditamos que estamos pesando os fatos objetivamente e tomando decisões racionais, ponderadas. Na verdade, a ciência nos diz que, em situações de julgamento cuidadoso, cada indivíduo, de certa forma, é influenciado por seus próprios vieses.
Baseada na pesquisa mais recente sobre decisão comportamental, Processo Decisório examina o julgamento em uma série de contextos gerenciais, oferecendo percepções importantes, que podem ajudá-lo a tomar melhores decisões gerenciais.
Bastante reconhecida por profissionais e acadêmicos nos campos desde finanças comportamentais até política pública, psicologia e economia, Processo Decisório: Discute as influências motivacionais e emocionais que afetam o processo decisório. Aprofunda-se na justiça e na ética envolvidas no processo decisório. Integra diversos exercícios práticos sobre decisão e exemplos que ajudarão os leitores a melhorar a qualidade de seu julgamento gerencial. Oferece dicas e técnicas sobre como tomar decisões racionais durante as negociações. Apresenta sete estratégias críticas para aprimorar a tomada de decisões.
Para o psicólogo, o livro esboça uma estrutura sistemática para usar as descobertas psicológicas a fim de melhorar o julgamento. Para o economista, o livro sugere uma crítica ao modelo econômico clássico da tomada de decisões. Porém, mais do que tudo, para cada gerente ou tomador de decisões financeiras, este livro oferece um caminho claro para tomar melhores decisões.

A mente humana reúne um poder espetacular dentro de sua modesta massa de pouco mais de um quilo. Com pouco esforço, podemos realizar tarefas sofisticadas, como reconhecer rostos ou pegar uma bola, que estão muito além das capacidades dos computadores mais poderosos e robôs mais sofisticados.
Mesmo assim, a maioria das pessoas não sabe como suas mentes realizam tarefas complexas, e introspecção e experiência pouco ajudam. O fato de não termos um “manual de operação” para nossas mentes pode não parecer importante. Porém, na verdade, nossa falta de conhecimento de como nossas mentes funcionam tem consequências profundas.
Sem um conhecimento de nossos pensamentos e comportamentos, não podemos antecipar quando os processos cognitivos, que normalmente nos atendem tão bem, provavelmente nos levarão ao erro.

 

   

Deixe uma resposta