Francielle Maria Modesto Mendes (Org.) – Jornalismo E Ética Em Pauta

Posted on Posted in Comunicação, Filosofia

O livro Jornalismo E Ética Em Pauta propõe uma reflexão sobre os dilemas éticos vividos constantemente pelos jornalistas e assessores de imprensa no exercício de suas atividades profissionais. Esta obra apresenta oito textos, um escrito por mim e os demais produzidos por meus alunos durante as aulas da disciplina Ética e Assessoria de Imprensa no final do ano de 2015, no curso de Especialização em “Comunicação e Política”, da Universidade Federal do Acre – UFAC.
O texto escrito por Andréia Ribeiro Aparecida Thaines discorre sobre a manipulação de informações por intermédio da assessoria de comunicação. A autora toma como referência o filme norte-americano Mera Coincidência, lançado em 1997, e dirigido por Barry Levinson, para problematizar quais são os limites éticos na disputa presidencial nos Estados Unidos.
Ângela Rodrigues de Oliveira e Jardel Costa Angelim discutem em seus textos os problemas éticos enfrentados por profissionais que acumulam as funções de jornalista e assessor de imprensa, na cidade de Rio Branco – Acre. Segundo entrevistas realizadas, os profissionais da comunicação, em sua maioria, afirmam que o acúmulo de trabalho está relacionado com as
questões financeiras. Os salários, que eles consideram baixos, não possibilitam um único emprego. Diante disso, como melhorar os ganhos financeiros e equilibrar os conflitos das redações e das assessorias? O que deve prevalecer: os interesses da sociedade em geral ou do assessorado?
Em seu texto, Juliene Ferreira Silva questiona se o assessor de imprensa também deve ser identificado como jornalista ao exercer suas atividades. Ela entrevista profissionais formados em Jornalismo, que trabalham como assessores. Dos entrevistados, a maioria se considera jornalista, apesar de ter consciência que as duas funções são distintas e que há dilemas éticos constantes em adequar as exigências do trabalho de assessor com a necessidade das redações dos veículos de comunicação.
Diante de todos os assuntos abordados nestas pesquisas, ressalta-se o quanto o debate sobre ética e jornalismo deve ser contínuo não só na Universidade entre os estudantes, professores e pesquisadores da comunicação, mas, principalmente, nas redações dos veículos, nas assessorias, e em todos os lugares onde se transformam informações em notícias para serem consumidas pela sociedade.

Deixe uma resposta