Stephen Kotkin – Stálin Vol. I

Posted on Posted in Biografia, Ciências Sociais, História

Em janeiro de 1928, Stálin embarcou num trem com destino à Sibéria, onde faria a grande aposta de sua vida política. Estava prestes a lançar o mais radical programa de replanejamento social já imaginado: a coletivização da agricultura e da indústria por toda a União Soviética.
Milhões morreriam, mas ele iria até o fim contra toda resistência e dúvida.
Como Stálin chegou a este ponto? De onde veio um poder tão desmedido e monstruoso?
Produto de uma década de pesquisas meticulosas, este livro – o primeiro de três volumes – apresenta o retrato mais convincente já publicado sobre a chegada de Stálin ao poder.
Stephen Kotkin apresenta revelações surpreendentes e uma visão íntima da geografia interna do regime bolchevique. O autor expõe de forma brilhante a sequência de catástrofes que eliminaram as estruturas sociais, o exército, os rivais e os próprios colegas que se colocaram no caminho de Stálin.
Em alguns aspectos, o livro se aproxima de uma história mundial vista a partir do gabinete de Stálin (pelo menos, é como me parecia ao escrevê-lo). Anteriormente, publiquei um estudo de caso da época de Stálin de uma perspectiva da rua, na forma de história total de uma única cidade industrial.
A perspectiva de gabinete é inevitavelmente menos granular no exame da sociedade mais ampla — as pequenas táticas do habitat —, mas o regime também constituía uma espécie de sociedade. Além disso, meu livro anterior estava preocupado com o poder, de onde ele vem e de que modo e com que consequências é exercido, e o mesmo se pode dizer deste.
A história emana do gabinete de Stálin, mas não de seu ponto de vista.
Ao observá-lo em sua busca pelas alavancas do poder em toda a Eurásia e além dela, precisamos ter em mente que outros antes dele haviam agarrado o leme do Estado russo, e que a União Soviética estava localizada na mesma geografia difícil e fustigada pelas mesmas grandes potências vizinhas tanto quanto a Rússia imperial, embora geopoliticamente sofresse ainda mais desafios, porque alguns antigos territórios tsaristas haviam se tornado estados independentes hostis.

Deixe uma resposta