Lazara Cristina Da Silva & Outros (Orgs.) – Atendimento Educacional Para Surdos

Posted on Posted in Educação, Pedagogia, Psicologia

A construção de um espaço educacional com horizontes inclusivos demanda a modificação de estruturas físicas e mentais historicamente construídas. Para além das mudanças estruturais da escola, há urgência na mudança atitudinal e conceitual dos profissionais envolvidos no
processo de escolarização. Para tanto, a formação inicial e continuada de professores apresenta-se como uma demanda real e urgente.
Neste sentido, cabe às instituições formadoras assumirem seu papel e o compromisso social com a garantia de inserção nos currículos formativos de temáticas que ampliem e modifiquem a atuação desses profissionais no sentido de romper com modelos classificatórios e excludentes que cerceiam as condições de desenvolvimento e aprendizagem das crianças em idade escolar.
São muitas as dificuldades encontradas no tocante à garantia dos direitos relacionados à escolarização das pessoas com deficiências, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação, no entanto, a acessibilidade à escola e aos seus diversos espaços de convívio coletivo e de ensino e aprendizagem (questões relacionadas à acessibilidade arquitetônica), ao currículo trabalhado na instituição escolar (questões relacionadas à acessibilidade comunicacional, atitudinal e conceitual) são desafios que se apresentam a todos.
Neste sentido, Atendimento Educacional Para Surdos é resultado do trabalho de um grupo de profissionais preocupado com a formação docente e a escolarização das pessoas com deficiências, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação, membros do Grupo de Estudos e Pesquisa em Políticas e Práticas em Educação Especial – GEPEPES, nas linhas de Educação a Distância e Educação Especial, de Educação de Pessoas Surdas e Ensino de Língua Brasileira de Sinais – Libras, e de Políticas e Educação Especial. É também parte do compromisso assumido junto ao Ministério da Educação por meio da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão/Diretoria de Políticas Pedagógicas de Educação Especial (MEC/SECADI/DPEE), como publicização das atividades de pesquisa realizadas nas edições do Curso de Extensão em Aperfeiçoamento em Atendimento Educacional Especializado para Surdos.

 

Deixe uma resposta