A personalidade é formada por traços genéticos, histórico pessoal de convivência e pelas nossas crenças. Como você se sentiria se acordasse em uma cama de hospital, aos dezessete anos de idade, com os pais já falecidos e sem se lembrar nada sobre você mesmo?
Resquícios De Nós Mesmos é a história do Detetive Sandro, que hoje, aos trinta anos de idade, não tem certeza de quem realmente é ou das pessoas em quem pode confiar.
Nerd e desanimado, passa a maior parte do seu tempo livre jogando no console ou no celular. Inteligente, também gosta de quebra cabeças como sudoku. Seu maior problema é a falta de vontade em se enturmar ou socializar.
Mesmo sendo um excelente profissional, tem que aturar as cobranças exageradas do Delegado José de Arimatéia na resolução de um caso que fará Sandro reviver momentos que ele julgava ter perdido para sempre.
Ateu e confiante no método científico, terá a rotina e a própria existência abalada ao perceber que o desenrolar do estranho assassinato ocorrido na velha casa mal-assombrada da Rua Argentina envolve o que uma das testemunhas chamou de “luz fantasmagórica”.

Saulo Moreira nasceu em Coronel Fabriciano e cresceu em Timóteo.
Apaixonou-se por literatura quando conheceu Agatha Christie e futuramente viria a admirar escritores de diversos gêneros como J. R. R. Tolkien, George R.R Martin, Anne Rice e Bernard Cornwell. Formado em Direito, é servidor público há oito anos.
Joga RPG desde os 17 anos, começou com o famoso jogo eletrônico japonês, Final Fantasy VII. Aos 19 conheceu Never Winter Nights e pouco tempo depois começaria a jogar Dungeons and Dragons com os amigos.
Reflexivo, intenso e curioso, escreve por paixão! Em 2003 começou através de poesias e crônicas que viriam a ser publicadas num extinto site chamado Sombrias Escrituras. Anos depois, em uma mesa de RPG com os amigos, nasceria a ideia de “O Grupo”, a primeira das muitas ficções que estão por vir.
Seus escritos ultrapassam as fronteiras dos gêneros: suspense policial, terror, ainda aborda romance, erotismo e drama familiar.

Deixe uma resposta