Especialistas das ciências humanas reconhecem ser a educação um fator imprescindível para qualquer desenvolvimento humano e social.
Assim, reconhecendo o capital humano e suas competências como potenciais agregadores de valor à organização, torna-se relevante, sobretudo, a análise deste capital no chão de uma organização que lida com a educação.
O desenvolvimento da pesquisa é feito em quatro capítulos.
No primeiro capítulo, por meio de uma revisão bibliográfica, apresenta-se a fundamentação teórica do objeto de pesquisa para a construção do referencial que fundamenta este estudo.
A reflexão teórica, partindo do conceito de capital intangível, avança para o específico da pesquisa, as competências do capital humano no contexto de gestão de conhecimento.
A presente pesquisa, em meio a inúmeros e heterogêneos entendimentos, opta por aquele que apresenta as competências como constituídas pelos atributos de conhecimentos, habilidades, atitudes e valores.
No segundo capítulo, o pesquisador apresenta o chão de sua pesquisa, isto é, o espaço físico da Faculdade de Educação Santa Terezinha, onde vivem e interagem os sujeitos da pesquisa.
Percorrendo um caminho histórico e documental, descreve a origem, a missão e o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da organização.
O capítulo terceiro apresenta os procedimentos metodológicos da pesquisa.
O quarto e último capítulo expõe os resultados do estudo de caso. Neste capítulo são analisadas as informações colhidas buscando conectá-las com o referencial teórico.
A análise realizada consiste em determinar a intensidade com que profissionais da educação percebem as suas competências na efetivação da missão institucional da IES em que trabalham.
Na realização da pesquisa são utilizadas abordagens comuns aos estudos de caso, como pesquisa bibliográfica e documental, observações feitas pelo pesquisador no ambiente natural de trabalho da instituição selecionada, e pesquisa de campo, com utilização de questionário na forma de uma escala do tipo PhraseCompletion.
O estudo realizado possibilita analisar a intensidade da presença das competências e seus desdobramentos organizacionais, e, embora os resultados não possam ser generalizados para outras situações análogas, oferece subsídios para a gestão do capital humano com vistas à efetivação da missão institucional.

Deixe uma resposta