A perspectiva de uma vida sem qualquer crença religiosa é muitas vezes vista como desoladora, negativa e até mesmo imoral. Mas não é necessariamente assim. Nesta breve porém vigorosa introdução, o filósofo Julian Baggini explica o que é o ateísmo e apresenta uma visão do assunto livre de ideologias, solidamente baseada no racionalismo e em doutrinas naturalistas, que buscam na realidade objetiva as explicações para todos os fenômenos. De forma bem-humorada, Baggini demonstra as falhas e os riscos do dogmatismo e propõe um modo de pensar não apenas livre da superstição mas também positivo, ético e humano, profundamente humano.

“…não há nada que impeça os ateus de acreditar na moralidade, em um sentido para a vida ou na bondade humana.”
Para mim foi um prazer e um privilégio escrever Ateísmo: Uma Breve Introdução para a (pelo menos até agora) excelente série Very Short Introductions. A fim de manter-me fiel ao espírito da série, tive por objetivo escrever um texto legível e agradável, evitando a aridez acadêmica e ao mesmo tempo fazendo o possível para manter um alto nível de rigor e integridade intelectual. Cabe aos leitores decidir em que medida alcancei este objetivo.
A fim de evitar a esterilidade escolástica, não segui as convenções acadêmicas no que diz respeito a citações e notas de rodapé. Em vez disso, listei no final do livro minhas principais fontes de pesquisa e sugestões de leituras adicionais. Espero que sirvam de reconhecimento aos muitos escritores e pensadores cujas ideias alimentaram este trabalho.
Ateísmo: Uma Breve Introdução dirige-se a uma grande variedade de leitores, incluindo ateus em busca de uma defesa e de uma explicação sistemática dessa posição, agnósticos que talvez pensem que no fundo são ateus e religiosos imbuídos de um desejo sincero de entender como funciona o ateísmo. O principal objetivo foi escrever um livro que os ateus possam dar aos amigos para explicar as próprias crenças depois de usá-lo como auxílio para organizar as próprias ideias.

Deixe uma resposta