Dado o mote orientador de todas as publicações da coleção Projetos para o Brasil, neste volume intitulado Desenvolvimento agrícola e questão agrária, optou-se por tomar como ponto de partida uma avaliação crítica de uma série de ações, políticas ou questões ligadas ao mundo rural/agrícola/agrário, examinando como estas foram enfrentadas pelos sucessivos três governos encabeçados pelo Partido dos Trabalhadores (PT).
Os parâmetros para nossa análise encontram-se nas medidas adotadas, nos resultados alcançados à luz do que foi almejado em documentos balizadores produzidos no passado e/ou nas necessidades ainda persistentes ou recentemente surgidas, quais os entraves encontrados até aqui e as propostas para superá-los e início de discussão de novas medidas, propondo uma discussão acerca de novas medidas e ações necessárias para enfrentar os desafios diagnosticados.
Obedecendo estes princípios, fez-se necessária certa aglutinação de preocupações em torno de títulos que fossem minimamente agregadores e mantivessem uma coerência analítica interna, mesmo que outros subtemas ou recortes analíticos tivessem que ser preteridos.
Para realizar a análise, os autores discutirão o processo histórico de conformação do padrão agrário no país e sua consequente dimensão fundiária, com destaque para as classes e segmentos de classe assim constituídos, para os distintos modelos de produção e distribuição e para as mudanças relevantes ocorridas nos últimos anos. Nessa abordagem, ganharão evidência tanto a importância da agricultura familiar quanto a centralidade da ideia de soberania e segurança alimentar para o projeto de desenvolvimento nacional.
Em Desenvolvimento Agrícola E Questão Agrária, sabidamente, não estão incluídos vários subtemas relevantes, mas assim se procedeu também por termos consciência de que, ainda que sem as especificidades do agrícola ou agrário, alguns deles serão abordados por outros volumes da série, tais como a questão ambiental, as questões de infraestrutura e logística para a agricultura, educação etc. No entanto, acreditamos que os maiores desafios da agricultura e do agrário brasileiros estão aqui apresentados. Esta é a contribuição destes autores para o debate a fim de que o Brasil continue mudando.

 

Deixe uma resposta